Ouça no Meio-Dia: o remédio para tratamento da covid-19 no SUS e mais notícias da manhã

Confira as principais notícias da manhã desta segunda-feira, 09 de maio de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

O Sistema Único de Saúde, o SUS, irá disponibilizar um remédio antiviral para tratamento de casos leves de Covid-19. O medicamento é o Paxlovid, desenvolvido pelo laboratório Pfizer, que contém Nirmatrelvir e Ritonavir. O medicamento é indicado para pessoas imunocomprometidas com 18 anos ou mais. Também pode ser receitado para quem tem mais de 65 anos. A Pfizer diz que a eficácia é de cerca de 90%. Uma das substâncias do remédio, o Nirmatrelvir, inibe uma enzima do vírus. Enquanto o Ritonavir permite que a primeira molécula fique por mais tempo na corrente sanguínea. O medicamento deve ser ofertado na rede pública em até seis meses.

Uma mulher sofreu uma parada cardíaca e morreu logo após um acidente de trânsito na BR-386, em São José do Herval, no Vale do Taquari. O fato ocorreu na noite de domingo. Conforme a Polícia Rodoviária Federal, o motorista de uma Ford Ranger emplacada em São Pedro das Missões invadiu a pista contrária e bateu de frente contra uma van Citröen Jumpy, com placas de Caxias do Sul. A passageira da caminhonete chegou a ser socorrida pelo Samu, mas acabou vindo a óbito durante atendimento médico. Ela teria sofrido uma parada cardíaca logo após a colisão. A identidade dela não foi divulgada pela Polícia Rodoviária Federal. A PRF informou que o motorista do veículo em que ela estava não tinha Carteira Nacional de Habilitação. Ele tem 52 anos e foi encaminhado pela polícia para receber atendimento médico no Hospital Frei Clemente, em Soledade, em estado de saúde estável. O condutor da van ficou preso às ferragens, mas foi retirado pelos Bombeiros do município e em seguida encaminhado para o mesmo hospital também sem risco de morte. De acordo com a PRF, o motorista da caminhonete que invadiu a pista contrária responderá pelos crimes de trânsito de lesão corporal e de dirigir sem habilitação gerando dano.

Um serviço de remoção de árvores por uma empresa terceirizada, contratada pela CEEE-Equatorial, ocasionou o rompimento de redes de água nos bairros Vila Ipiranga, Santa Rosa de Lima e Sarandi, na Zona Norte de Porto Alegre. O Dmae trabalha no conserto desde o início da manhã desta segunda-feira. Devido ao trabalho, o serviço de abastecimento de água será interrompido nos bairros Boa Vista, Bom Jesus, Chácara das Pedras, Cristo Redentor, Jardim Europa, Jardim Itú, Jardim Sabará, Passo D’Areia, Três Figueiras, Vila Ipiranga e Vila Jardim. Os bairros Santa Rosa de Lima e Sarandi também podem ficar sem abastecimento para consertos pontuais. A previsão de normalização dos serviços é ainda para ao longo desta segunda-feira. O retorno do abastecimento pode levar mais tempo nas áreas mais afastadas da rede.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, discursou na celebração do 77º aniversário do chamado Dia da Vitória, que celebra a derrota da Alemanha nazista para as tropas soviéticas. Em sua fala, Putin reforçou seus argumentos de que foi forçado pela Otan a invadir a Ucrânia. Havia, por parte do Ocidente, a expectativa do anúncio de uma intensificação do conflito, ou mesmo de uma declaração formal de guerra. No entanto, não houve nada de realmente novo na manifestação. Putin comparou, mais de uma de uma vez, as atuais ações da Rússia na Ucrânia, com os episódios da segunda guerra mundial. Para o líder do Kremlin a invasão do país vizinho é uma batalha contra focos neonazistas. Em resposta, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse que é a Rússia que está realizando uma “reencenação sangrenta do nazismo” na Ucrânia. Já nas celebrações do Dia da Vitória na Polônia, manifestantes lançaram tinta vermelha contra o embaixador russo no país, Sergei Andreev. Segundo a agência de notícias Ria, Andreev participava de um ato no cemitério de soldados soviéticos em Varsóvia. Porém, os manifestantes bloquearam a passagem do embaixador e lançaram a tinta contra seu rosto.

A próxima semana terá uma verdadeira “gangorra do tempo” no Estado, com momentos de temperaturas agradáveis e sol, e outros de instabilidade, chuva e frio. No entanto, os volumes de precipitação não devem ser expressivos e não há risco de novos transtornos em território gaúcho. Nesta segunda-feira, a massa de ar seco e frio continua mantendo o tempo firme sobre o Rio Grande do Sul. Após uma manhã fria, as temperaturas se elevam um pouco à tarde. A partir de amanhã, o tempo deve virar no Rio Grande do Sul. Uma área de baixa pressão, somada ao fluxo de umidade da Amazônia, favorecem as chuvas na metade Norte do Estado. Porém, com volumes pouco expressivos. Nas demais regiões o tempo continua firme. A tendência é que, na quarta-feira, as chuvas fracas se mantenham entre o Centro, Norte e Nordeste. Na quinta-feira, o avanço de outra massa de ar polar irá mexer com o tempo no Rio Grande do Sul e volta a fazer frio no período da noite e na madrugada.ua


Compartilhe: