Ouça no Meio-Dia: Preço da gasolina volta a subir e outras notícias

Confira as principais notícias da manhã desta sexta-feira, 11 de março de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

A quinta-feira teve corrida dos consumidores gaúchos aos postos de gasolina para tentar abastecer antes do novo reajuste dos combustíveis passar a valer. Ontem pela manhã, a Petrobras anunciou que iria revisar os seus preços de venda de gasolina e diesel para as distribuidoras. Em alguns pontos do Estado, a gasolina já é encontrada na casa dos 7 reais, voltando ao patamar de meses atrás quando houve diminuição nos preços do combustível no Rio Grande do Sul devido à implementação das novas alíquotas do ICMS, assim como da queda do dólar. Este é o primeiro reajuste no preço dos combustíveis em quase dois meses. A gasolina aumentou 18,7%, o gás de cozinha 16,1%, e o óleo diesel subiu 24,9%. Com isso, a partir de hoje o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passa de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro. Já o diesel, passa de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro. O gás liquefeito de petróleo, o GLP, passa de R$ 3,86 para R$ 4,48 por kg.

Em reunião na tarde de ontem, representantes da Defensoria Pública do Estado cobraram advogados da CEEE Equatorial quanto a soluções para a falta de energia em alguns municípios gaúchos desde os temporais do final de semana. Para milhares de clientes da empresa residentes em Porto Alegre e Região Metropolitana, a falta de luz chegou ao quinto dia. No encontro, a Defensoria pediu um plano estruturado para dar conta das reclamações tanto de falta de luz quanto de problemas de conseguir contato com a empresa. Além da cobrança junto à CEEE-Equatorial, a Defensoria Pública disponibilizou um e-mail para que os consumidores levem informações sobre os problemas que estão enfrentando. Nele, o consumidor deve informar o nome completo, número da unidade de consumo e um relato sobre a situação enfrentada. Também é possível nesse canal, buscar ajuda para conseguir o ressarcimento ou indenização de prejuízos.

O Governador em exercício do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira Júnior, assinou a ordem de início para as obras do Hospital Beneficente São Pedro, em Garibaldi, na Serra. De acordo com o governo do Estado, com os recursos, serão realizadas obras de ampliação em 1.104 metros quadrados, abrangendo um novo centro cirúrgico com quatro salas e um setor hemodinâmico. Com a ampliação, o hospital que é referência para 15 municípios da região vai poder expandir o atendimento para 35 cidades e cerca de 350 mil pessoas. A direção da instituição diz que as obras devem desafogar significativamente as filas de espera por procedimentos como cateterismo e angioplastia.

Esta sexta -feira é o último dia para a realização das inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil, o Fies, relativo ao primeiro semestre de 2022. Interessados devem acessar o Portal Único de Acesso ao Ensino Superior. O resultado será divulgado no dia 15 de março. A complementação das informações será realizada no período de 16 a 18 de março e a lista de espera vai de 16 de março a 28 de abril. Nesta edição, são oferecidas pouco mais de 66 mil vagas para estudantes que fizeram o ENEM a partir de 2010. Também é necessário ter feito pelo menos 450 pontos no exame e nota superior a zero na redação. O Fies é um programa do MEC que oferece a estudantes o financiamento de cursos de graduação em instituições de educação superior privadas.

Uma frente fria deixa o tempo instável no Rio Grande do Sul nesta sexta-feira. Há previsão de chuva forte e volumosa. Segundo a previsão, os maiores volumes de chuva ocorrem na Metade Norte do Estado. Mas também há risco de temporais isolados nas demais áreas do território gaúcho. Além da chuva, uma massa de ar mais frio trará temperatura agradável e até um pouco de frio em cidades localizadas na Região Sul e na Serra. Máxima de 22ºC em Rio Grande. A influência de ciclone também provoca muita ventania nesta sexta-feira. As rajadas de vento ficam em torno dos 50 a 60 km/h sobre toda a região litorânea e entre 40 a 50 km/h na Região Sul e na Região Central. A situação favorece a agitação marítima na costa do Rio Grande do Sul. Nesta sexta, as ondas podem chegar a 2,5 metros. No sábado, as instabilidades começam a perder força sobre o centro-sul gaúcho, mas o dia será marcado por muita variação de nebulosidade. No domingo, o tempo continua estável na maioria das regiões, com chance de pancadas de chuva apenas entre o Norte e o Nordeste gaúcho. Além disso, a agitação marítima vai diminuir.


Compartilhe: