João Doria pode anunciar desistência da candidatura à Presidência

Eduardo Leite, pode se tornar o candidato do PSDB à Presidência. Governador do RS disse que desistência de João Doria ainda é “especulação”

Compartilhe:
Foto: Antonio Molina / ObritoNews, via PSDB

João Doria, avisou seu vice, Rodrigo Garcia, que pretende ficar no cargo de governador do Estado de São Paulo. Com isso, ele renunciaria à pré-candidatura à Presidência da República, algo que conquistou numa atabalhoada convenção tucana em novembro do ano passado. Na ocasião, ele derrotou o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, que renuncia ao cargo nesta quinta-feira (31).

A reviravolta causou mal-estar entre tucanos paulistas, principalmente em Rodrigo Garcia, que se preparava para ser o candidato a governador do maior estado brasileiro.

Doria cancelou dois eventos que teria nesta manhã e deve anunciar a desistência em uma entrevista marcada para as 16h. No anúncio oficial, o atual chefe do Poder Executivo paulista também pode anunciar sua desfiliação do PSDB por se sentir traído por caciques do partido, que teriam “fritado” a candidatura a presidente.

A mudança de planos beneficia, por tabela, o governador gaúcho, Eduardo Leite, que passa a ser o mais cotado para a tão sonhada e desejada “terceira via” nas Eleições de 2022 encabeçada pelo PSDB. Leite, que está em Santa Maria onde cumpre seus últimos compromissos oficiais, evitou comentar o assunto. “Não vou falar de nada que ainda está em caráter de especulação”, afirmou.

Hoje a tarde será agitada. Dória deve falar às 16h e, logo em seguida, às 16h30, Leite renuncia ao cargo. O vice-governador do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira Júnior (PSDB), toma posse as 17h na Assembleia Legislativa. Às 18h30, ele será empossado como governador em cerimônia no Palácio Piratini.


Compartilhe: