Alerta laranja, tempestade

INMET e Defesa Civil alertam para risco de novos temporais no RS

O alerta laranja de tempestade, emitido pelo INMET, é válido durante todo este sábado e abrange todo o Rio Grande do Sul.

Compartilhe:

O INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) e a Defesa Civil do Rio Grande do Sul emitiram novos alertas para ocorrência de temporais no Estado neste sábado (3). Ontem, uma tempestade causou a morte de um homem em Venâncio Aires, no Vale do Taquari. Ele e um amigo tentaram se abrigar em um prédio que estava em processo de demolição quando uma parede caiu com a força do vento.

O alerta laranja de tempestade, emitido pelo INMET, é válido durante todo este sábado e abrange todo o Rio Grande do Sul. Além do Estado, também há risco para toda Santa Catarina, todo o Paraná, todo o estado de Mato Grosso do Sul, parte de Minas Gerais, parte do Rio de Janeiro, parte de Goiás e parte do estado de Mato Grosso.

Podem ocorrer temporais, com chuva intensa, rajadas de vento de até 100 quilômetros por hora, além da possibilidade de queda de granizo. Além disso, há possibilidade de corte na distribuição de energia elétrica, danos em plantações e possibilidade de pontos de alagamentos.

O INMET recomenda que, em caso de temporal, as pessoas evitem sair até a passagem da tempestade. Em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas. Não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Evite ficar próximos de muros, pois estes podem ceder por causa do vento forte ou pela queda de árvores, galhos ou postes.

Alerta da Defesa Civil

Já o alerta da Defesa Civil aponta possibilidade de novos temporais no RS neste sábado, mas em uma área geográfica menor que a estimada pelo INMET. Há possibilidade de chuva forte acompanhada de descargas elétricas, ventos de até 70 km/h e eventual queda de granizo.

As regiões sob a advertência do órgão de proteção estadual são Fronteira Oeste, parte da Campanha, região Central, região Noroeste (incluindo Missões e fronteira com Argentina), região Norte (incluindo divisa com Santa Catarina), região dos Vales do Taquari, do Rio Pardo, do Caí, dos Sinos e do Paranhana; Serra gaúcha (incluindo Vale dos Vinhedos e região das Hortênsias) e parte do Litoral Norte, entre Mostardas e Torres.


Compartilhe: