Aeroporto Salgado Filho registra atrasos após incidente que paralisou Congonhas

Congonhas é um dos pontos centrais da rede aeroportuária, sendo o segundo em número de passageiros transportados no Brasil.

Compartilhe:

Pelo menos seis voos para embarque e três para desembarque foram cancelados no Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, na manhã desta segunda-feira. As mudanças na programação dos voos ainda são consequência do incidente que causou o fechamento do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, no domingo.

Os passageiros que têm voo marcado para Congonhas estão sendo realocados para voos que vão para o Aeroporto Internacional de Guarulhos. Conexões de outros estados brasileiros estão sendo encaminhadas para o Aeroporto de Viracopos, em Campinas.

A Fraport, concessionária que administra o Aeroporto Salgado Filho, disse que a situação de embarque e desembarque deve ser verificada com as empresas. A empresa afirma que não tem responsabilidade sobre os procedimentos que as companhias aéreas adotam com os passageiros.

Congonhas é um dos pontos centrais da rede aeroportuária, sendo o segundo em número de passageiros. De acordo com a Infraero, ao menos 37 voos tinham atraso e outros 34 foram cancelados por causa dos problemas na operação do aeroporto. Ainda não há previsão de quando a operação nos aeroportos brasileiros voltará a normalidade.

O acidente, ocorrido por volta das 13h30, causou o fechamento da pista principal do aeroporto. O pneu do trem de pouso de um avião de pequeno porte estourou e a aeronave quase caiu do barranco que separa a pista da avenida Washington Luís, uma das mais movimentadas da cidade.

A aeronave foi retirada da pista de serviço por volta das 22h da noite de domingo. Com a interdição da pista por horas, ao menos 140 voos foram cancelados no domingo no país. Foram ao menos 73 partidas e 67 chegadas a partir de Congonhas afetadas.


Compartilhe: