Pneu de avião estoura e pista do aeroporto de Congonhas, em SP, é fechada

Aeronave parou rente ao barranco que dá para a avenida Washington Luís, quase repetindo o acidente com avião da TAM em 2007

Compartilhe:
Avião quase caiu de barranco no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Foto: reprodução / GloboNews

Um incidente aeronáutico causou o fechamento do Aerorporto de Congonhas, em São Paulo. O pneu do trem de pouso de um avião de pequeno porte estourou e a aeronave quase caiu do barranco que separa a pista da avenida Washington Luís, uma das mais movimentadas da cidade.

Conforme a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), cinco pessoas estavam a bordo da aeronave, de matrícula PP-MIX. O jatinho pousou na pista principal, mas o pneu esquerdo do trem de pouso principal estourou. A aeronave desviou para a esquerda e foi parar em uma área de manobras.

O acidente, ocorrido às 13h32, causou o fechamento da pista principal do aeroporto. Até às 17h, dezenas de chegadas e decolagens haviam sido canceladas.

De acordo com a Infraero, “todas as equipes técnicas foram acionadas e as providências necessárias tomadas de imediato para a retirada da aeronave o mais rápido possível”. No entanto, até a publicação desta reportagem, o avião não tinha sido removido.

Acidente da TAM em 2007

Em 17 de julho de 2007, o voo JJ3054, que havia deixado Porto Alegre às 17h16 da tarde, não conseguiu reduzir a velocidade após tocar a pista do Aeroporto de Congonhas. A aeronave, que estava com o reversor direito travado, continuou rolando pela pista, guinou à esquerda e atravessou a avenida Washington Luís.

O jato Airbus A320 atingiu, em cheio, um prédio da TAM Express, braço de cargas da companhia. Todos os 187 passageiros do avião e 12 pessoas em solo morreram no pior acidente aéreo registrado no Brasil. Entre as vítimas estavam 98 gaúchos ou moradores do Estado.

Passados 15 anos, ninguém foi responsabilizado ou cumpriu pena pelo acidente.


Compartilhe: