Ouça no Meio-Dia: chuva causa problemas em Porto Alegre e outras notícias

Confira as principais notícias da manhã desta quinta-feira, 27 de janeiro de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, reuniu-se com a equipe do governo para avaliar os desdobramentos da chuva que atingiu a Capital na tarde de ontem. Em aproximadamente três horas, choveu cerca de 50 milímetros atingindo de forma mais forte, segundo a Prefeitura, os bairros Menino Deus, Centro, Azenha e Cristal. A forte chuva provocou diversos estragos e transtornos na Capital. Um deles foi a falta de energia elétrica. A falta de luz afetou o funcionamento das estações, prejudicando o abastecimento de vários bairros. Na manhã de hoje, Quatro estações do Departamento Municipal de Água e Esgotos, o Dmae, seguiam desligadas devido à falta de energia elétrica, afetando o abastecimento em 14 bairros. A chuva trouxe também impactos no trânsito. Conforme a Empresa Pública de Transporte e Circulação, a EPTC, até às 18h30min, foram registradas 21 ocorrências de trânsito, entre elas ruas alagadas e bloqueadas, além de semáforos fora de operação. Outro serviço afetado pela chuva foi a vacinação contra a covid-19. A unidade de saúde Santo Alfredo sofreu alagamento em razão da forte chuva e, por isso, não funcionou pela manhã. a Unidade está disponível à população a partir do meio-dia. Chamou atenção também o alagamento da garagem do prédio anexo ao Centro Comercial do Shopping Praia de Belas. Por lá, a manhã iniciou com a retirada da água com o auxílio de um caminhão pipa. Nesta quinta, De acordo com a Defesa Civil de Porto Alegre, a chuva deveria seguir na Capital até o final da manhã, porém em menor intensidade. A chuva também trouxe queda nas temperaturas. A máxima prevista para a Capital hoje é de 25 graus.

No Estado como um todo, a área de instabilidade avança pelo território gaúcho e provoca temporais isolados e chuva forte. O Instituto Nacional de Meteorologia alerta para risco de temporais em todo o território gaúcho nesta quinta, principalmente na madrugada, com rajadas de vento de até 100km/h e queda de granizo. O alerta vale até o começo da sexta-feira. Quanto à temperatura, ela volta a ficar agradável após dias de forte calor. Em Porto Alegre, Viamão e Alvorada, o tempo fica instável, com máxima de 25°C. Mesma situação de Bento Gonçalves e Caxias do Sul. Já em Bagé fará um pouco mais de calor, com máxima de 29°C. Na sexta-feira, uma massa de ar seco e frio atua sobre o Rio Grande do Sul e as temperaturas ficam mais amenas se comparado aos últimos dias. Apenas em áreas do Norte, Serra e Litoral Norte ocorrem pancadas de chuva, devido aos ventos úmidos do oceano. No final de semana, a tendência é que o tempo estável e o sol predominem.

Com exceção do problema na Unidade Santo Alfredo nesta manhã, a Prefeitura de Porto Alegre mantém a vacinação de crianças a partir de sete anos. A imunização de crianças indígenas, quilombolas, autistas, com comorbidade e deficiência a partir de cinco anos também continua. A aplicação do imunizante pediátrico da Pfizer está disponível, desde às 8h até às 17h, em sete unidades de saúde: Chácara da Fumaça, Clínica da Família IAPI, Clínica da Família José Mauro Ceratti Lopes, Moab Caldas, Nova Brasília, Santa Marta e também na unidade Santo Alfredo. Já a aplicação da Coronavac em crianças será oferecida, no mesmo horário, em oito unidades de saúde: Lomba do Pinheiro, São José, Santa Rosa, Fradique Vizeu, Primeiro de Maio, Vila Cruzeiro, Guarujá e Ponta Grossa.

Em relação à vacinação de crianças no Rio Grande do Sul, a Secretaria Estadual da Saúde anunciou que vai destinar todas as suas doses da Coronavac em estoque para a aplicação como primeira dose em crianças. Segundo a Secretaria, a ação significa a disponibilidade de 605 mil doses para imunização, o que é suficiente para atingir 60% do público estimado para a faixa etária de 5 a 11 anos. A vacina Coronavac, assim como a dosagem, de 0,5ml, é a mesma para adultos e crianças, o que possibilita a utilização dos estoques nos municípios. O intervalo entre as duas doses no esquema vacinal infantil é de 28 dias, igual ao dos adultos. Conforme dados da Secretaria da Saúde, cerca de 27 mil doses da vacina contra a Covid-19 de uso pediátrico – para crianças entre 5 e 11 anos – foram aplicadas em municípios do Rio Grande do Sul.

O governo do Estado também anunciou um aumento de 30% no repasse realizado anualmente aos 465 municípios que integram o Programa Estadual de Apoio ao Transporte Escolar. A iniciativa, que tem como objetivo promover o transporte dos alunos moradores da área rural, vai disponibilizar R$ 209 milhões a partir de 2022 para este Programa. Em 2021, a quantia repassada chegou a R$ 160 milhões. O repasse dos recursos financeiros aos municípios habilitados é feito em 10 parcelas mensais entre fevereiro e novembro. Ao todo, cerca de 61 mil estudantes da Rede Estadual serão beneficiados. Ainda na área da Educação, a Secretaria da Educação fez o repasse de R$ 200 milhões para escolas da rede estadual dentro do Agiliza Educação. A ação faz parte do programa Avançar na Educação. O objetivo é a realização de reparos e compras diretamente pela equipe diretiva das instituições. Será possível realizar reformas na rede elétrica, hidráulica, em banheiros, refeitórios, cozinhas, sala de professores, além de pintura de ambientes, aquisição de grades e portões entre outros usos.


Compartilhe: