fbpx

Aulas em escola que sofreu atentado em Charqueadas são suspensas até segunda

A determinação é resultado do ataque sofrido pela comunidade escolar perpetrado por um ex-aluno do colégio. O crime ocorreu na tarde de ontem e deixou quatro feridos.
Crédito: Divulgação / câmera de videomonitoramento

As aulas no Instituto Estadual Educacional Assis Chateaubriand, em Charqueadas, foram suspensas nesta quinta e sexta-feira. A determinação é resultado do ataque sofrido pela comunidade escolar perpetrado por um ex-aluno do colégio. O crime ocorreu na tarde de ontem e deixou quatro feridos.

A retomada das atividades na escola só deve ocorrer na segunda-feira. A decisão foi confirmada pela diretora Ana Cristina de Paula, durante entrevista concedida para imprensa na manhã desta quinta. O policiamento no colégio e em outras instituições do município foi reforçada.

Agora à tarde alunos, pais e professores se reunirão para discutir a situação da comunidade escolar. Eles serão acompanhados por psicólogos especialistas em trauma para tentar superar o ataque. O objetivo da atividade é focar na recuperação do ambiente escolar.

Na tarde de ontem (21), um ex-aluno, de 17 anos, entrou na escola e invadiu uma sala de aula. Ele tinha um coquetel molotov e de uma machadinha. Após a explosão do produto inflamável, o agressor atacou alunos com a arma branca. Ele foi contido pelo professor de Educação Física Juliano Mantovani, que conseguiu desarmar o jovem.

Em depoimento, o menor de idade que confessou ter cometido ataque e, diante dos fatos, teve determinada a sua internação pela Justiça. Ele, que fugiu da escola após o crime, deve ficar ao menos 45 dias internado na Fase (Fundação de Atendimento Socioeducativo).

Quatro adolescentes, entre 12 e 14 anos, ficaram feridos. Outras duas meninas passaram mal após a situação e precisaram ser atendidas.

📰 Receba as notícias do Agora no seu WhatsApp e Telegram
Notícias relacionadas