Câmbio: vale a pena trocar dinheiro no Brasil antes de ir para o Uruguai ou Argentina?

Quando a gente se prepara para viajar uma das dúvidas que surge é em relação ao câmbio. Isso nós aprendemos aos poucos. 
Foto: Sem Roteiro

Quando a gente se prepara para viajar uma das dúvidas que surge é em relação ao câmbio. Isso nós aprendemos aos poucos.

E realmente tem diferença em trocar o dinheiro no Brasil. No Uruguai, por exemplo, sai mais em conta fazer o câmbio lá do que aqui.

Na Argentina, quando fomos para Buenos Aires, procuramos as “casas oficiais” de câmbio. É necessário apresentar documentos e fazer um cadastro antes de trocar os reais por peso. Nos fins de semanas, têm as bancas de revistas, é bem melhor que trocar com vendedores que têm nas ruas.

Em alguns lugares, em Buenos Aires, irão te perguntar se você quer pagar em real, mas cuidado: às vezes na conta do comerciante o valor vai sair a mais do que pagar em peso.

No Uruguai, o peso uruguaio muda a cotação de um lugar para outro. Na rodoviária ou no aeroporto, vai sair mais caro fazer o câmbio. Mas mais barato do que fazer no Brasil.

Em Montevidéu, a gente descobriu que na Avenida 18 de Julho tem bastante casa de câmbio com valores mais em conta, principalmente perto do jornal El País. Sim, nesse lugar tem diferença de uma casa para outra. E uma grande diferença em relação na rodoviária (Terminal Tres Cruces).

Em Punta Del Este, o lugar bom de trocar o dinheiro é próximo da rodoviária. Ah e a cotação é mais em conta em relação a capital uruguaia.

Ahh, e pra finalizar! Não desmereça as moedinhas, dá pra fazer muita coisa por lá com elas. No transporte público, por exemplo, ajudam muito.

 

Notícias relacionadas
Ler o conteúdo

Uma viagem especial

Buenos Aires tem para nós um sentido especial. Por isso que quisemos voltar. Foi lá que nos “conhecemos”…