Tem uma floresta na Serra Gaúcha: Floresta Nacional de Canela!

O que você sabe sobre a cidade de Canela? Pois é, muitos lembram de chocolates ou da Catedral…

O que você sabe sobre a cidade de Canela? Pois é, muitos lembram de chocolates ou da Catedral Nossa Senhora de Lourdes, mais conhecida como Catedral de Pedra… Mas a gente pegou outro roteiro, (ok, a gente confessa, também tirou fotinho na frente da igreja, mas e daí, quem nunca?! kkkkk).

Depois do almoço, em nosso passeio pela Serra Gaúcha, a gente resolveu pesquisar o que tem em Canela, mas sem ser muito conhecido pelos turistas.

Olhando no mapa do nosso querido amigo Google Maps… um lugar chamou a nossa atenção: Floresta Nacional de Canela. Como a gente gosta de ver coisas diferentes, não pensamos duas vezes.

Ao chegar no local, a gente se deparou com um lugar lindo, tinha até guarda florestal (lembrando do desenho Zé Colmeia… rsrsrsrs).  No parque tem uma trilha ecológica disponibilizada aos visitantes com a identificação de mais de 60 espécies arbóreas.

Segundo o guarda que nos atendeu, as trilhas dão acesso às áreas com vegetação nativa, reflorestamentos e cursos d’água, dentre outros ambientes.

As casas antigas de madeiras acrescentam bastante no cenário, local bom para quem gosta de tirar fotos, elas tem o estilo italiano (lembram aquelas do Caminhos de Pedra de Bento Gonçalves que já visitamos, clique aqui se você não leu).

A Floresta Nacional de Canela localiza-se no Bairro Ulisses de Abreu. Bah, são raras as placas orientando sobre o local, mas o Google Maps nos ajudou bastante.

Em Canela, partindo do Parque do Caracol, pode-se seguir por mais 1,8km em direção ao Parque da Ferradura, tomando-se à direita em direção à Flona de Canela por mais 4,0km em estrada de terra.

Já a partir do centro de Canela, da Catedral de Pedra, segue-se em direção ao Bairro Ulisses de Abreu, próximo à saída para São Francisco de Paula, por cerca de 4,1km de ruas pavimentadas, chegando, por fim à Rua Otaviano do Amaral Pires.

Nesta, depois de um trecho de asfalto, segue-se por mais 2,3km em estrada de terra até a sede da Flona de Canela. Seguimos por esse caminho, seguindo o Maps e também as raras placas. A entrada fica a direita e tem que cuidar pra acabar não passando batido por ela.

Valeu muito à pena conhecer esse lugar tão diferente dentro de Canela. Bah, a gente aproveitou bem o lugar (e bom que não precisou pagar ingresso hahaha).

Uma dica que deixamos é você ir pela manhã, pois como chegamos lá perto das 15h, preferimos não fazer as trilhas o que também não foi indicada pelo guarda da floresta. Ficaria muito tarde pra gente caminhar por lá.

Ahh, tem um dog lá junto com o guarda, não precisa ter medo, ele adora um carinho (rsrsrs)!

Total
8
Shares
Notícias relacionadas