mistério

Confirmado mais de 400 casos de toxoplasmose em Santa Maria

apenas 19 necessitaram de internação hospital e um de internação em Unidade de Tratamento Intensivo. Foto: Daniela Barcellos/Palácio Piratini

A Prefeitura de Santa Maria e o governo do Rio Grande do Sul divulgaram novo levantamento de investigação do surto de toxoplasmose no município.

O documento, além de detalhar o número de casos, apresenta dados preliminares referentes ao perfil epidemiológico da doença, com considerações a respeito da etnia e escolaridade dos pacientes com toxoplasmose, assim como informações referentes ao tratamento.

Até agora, foram notificados à Vigilância em Saúde de Santa Maria 1.176 casos. Destes, 825 atendem à definição de suspeito e 351 ainda necessitam de classificação. Do total de casos suspeitos, 485 foram confirmados,185 foram descartados e 155 ainda permanecem em investigação. Dos confirmados, 41 são gestantes.

Com relação ao levantamento preliminar do perfil epidemiológico, os dados são baseados no estudo aprofundado de 79 casos. Assim, considerando este total, a maioria dos casos foi registrada em pessoas brancas (63 casos ao total), seguido de pessoas negras (oito ao todo).

Com relação à escolaridade, a maioria das pessoas com a doença (30,4% do total) tem ensino superior completo. Já levando em conta os dados sobre atendimento médico, 72 pacientes procuraram atendimento médico devido aos sintomas.

Dos 79 casos, apenas 19 necessitaram de internação hospital e um de internação em Unidade de Tratamento Intensivo. Ainda, do total de casos em investigação aprofundada, 43 pacientes foram atendidos por médico oftalmologista.