Teutônia: Operação prende três servidores e ex-prefeito por corrupção e lavagem de dinheiro

Quatro mandados de prisão foram cumpridos. Foto: Polícia Civil/Divulgação

A promotoria de Justiça de Teutônia desencadeou a Operação Schmutzige Hände (“Mãos sujas”, em alemão), que prendeu o secretário municipal de Saúde, o procurador-geral do Município, o chefe do setor de compras da prefeitura e um ex-prefeito.

Conforme o promotor de Justiça de Teutônia, Jair João Franz, a ação do Ministério Público tem como foco a prefeitura e apurar crimes de organização criminosa, corrupção, fraude em licitações, lavagem de dinheiro e tráfico de influência. O coordenador do Nimp, promotor de Justiça Diego Rosito de Vilas, também participa da operação.

Ao todo, além dos quatro mandados de prisão foram cumpridos oito de busca e apreensão e cinco de condução coercitiva. A operação conta com a participação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Núcleo de Inteligência do Ministério Público (Nimp), Polícia Civil e Tribunal de Contas do Estado (TCE).