310 alunos afetados

Seduc inicia obras em escola que teve fios de energia roubados em Porto Alegre

Teve início ontem (18) a reforma na rede elétrica da Escola Felipe de Oliveira, em Porto Alegre, que teve os fios roubados, na semana passada. Conforme a Seduc (Secretaria de Educação), a empresa responsável pelo serviço irá repor toda a fiação dos dois blocos da escola em até 15 dias.

O estabelecimento abriga 60 alunos da própria instituição de ensino e mais 250 oriundos do Instituto de Educação Flores da Cunha. Além disso, a Seduc contratou um serviço de segurança privada para zelar pelo estabelecimento de ensino no período noturno.

Durante reunião realizada nesta segunda-feira (18), com a direção das escolas, o diretor do Departamento Administrativo da Seduc, Rogério Leal, destacou a importância em atender os estabelecimentos. “Foram sucessivos casos de roubos que ocorreram e nós ficamos satisfeitos de poder dar uma resposta efetiva para a comunidade escolar”, ressaltou.

Sobre a licitação das obras de reforma e ampliação do Instituto de Educação, orçada em R$ 28,5 milhões, o diretor adiantou que a Celic (Central de Licitações do Governo) está concluindo a primeira fase do processo, que possui quatro empresas interessadas.  Participaram do encontro a diretora, Regilane Chiaradia, do Felipe de Oliveira; além da diretora Leda Larratéa, e a assistente financeira, Jaqueline Marques, do Instituto Estadual de Educação Flores da Cunha.

Leia mais:  RS registra ao menos dez homicídios e cinco baleados em apenas duas horas