Governo do RS assina ordem para início de obras de saneamento em Rio Grande

Corsan investe em obras de ampliação e qualificação do sistema de tratamento de esgoto de Rio Grande - Foto: Roberto Witter/Divulgação

O governo do Estado do Rio Grande do Sul disse que está investindo mais de R$ 6 milhões em obras de ampliação e qualificação do sistema de tratamento de esgoto no município de Rio Grande através da Corsan.

O governo do Estado assinou ordem para início das obras de esgotamento sanitário do Loteamento ABC X e do bairro Parque Marinha. Na localidade do ABC X, em Cassino, a Corsan irá ampliar o sistema de redes coletoras, estações de bombeamento de esgoto e emissários por recalque, em um investimento de R$ 2.950.642,40.

A obra irá beneficiar 1.540 habitantes da localidade que aguardam há mais de 30 anos uma solução para a falta de saneamento. Serão 5 quilômetros de redes coletoras e 3 quilômetros de emissários.

O bairro Parque Marinha será contemplado com obras de ampliação das redes coletoras, em um investimento de R$ 3.091.378,94, que irá beneficiar com novas ligações 1.080 habitantes, alcançando, após a conclusão das obras, toda a população do bairro, ressaltou a nota do governo do Estado.

A solenidade de assinatura contou com as presenças do secretário adjunto de Obras, Saneamento e Habitação, Sandro Boka de Oliveira, do diretor de expansão da Corsan, Marcus Vinicius Caberlon, e do prefeito de Rio Grande, Alexandre Lindenmeyer.

Boka destacou a importância do investimento em saneamento básico para promover a saúde e o bem-estar das famílias, assim como a preservação do meio ambiente. “Quando investimos nessa área essencial, auxiliamos o desenvolvimento dos municípios e a valorização imobiliária. A assinatura dessa ordem de início representa um momento importante para a vida de famílias que aguardam há mais de trinta anos a resolutividade dos problemas”, destacou o secretário.

As duas obras serão executadas pela empresa AGR Engenharia e Empreendimentos Ltda, com prazo de conclusão de nove meses no caso do ABC X e de 12 meses no bairro Parque Marinha.

Lindenmeyer comemorou a assinatura do documento e destacou os ganhos que os moradores das localidades terão com a execução das obras. “A assinatura deste documento é resultado de um amplo debate com a comunidade de Rio Grande, onde com diálogo optamos pela renovação do contrato com a Corsan e hoje colhemos os frutos. Com a gestão compartilhada entre sociedade civil, Prefeitura e Corsan, conseguimos constituir um Fundo de Gestão Compartilhada. Ele recebe 100 % dos recursos arrecadados através da coleta e tratamento de esgoto e 5% daquilo que é arrecadado através da água. Esse recurso é reinvestido no município”, afirmou.

O diretor de expansão da Corsan, Marcus Vinicius Caberlon, destacou a soma de esforços para que se chegasse a uma solução. “Através do diálogo e do esforço concentrado junto a prefeitura de Rio Grande, conseguimos destravar esse processo. Nesse primeiro momento faremos a ampliação das redes de esgotamento sanitário. Mas também está em curso com a empresa, através de aditivo, a construção simultânea das redes de água. Trabalhamos na modernização da Corsan e na proximidade com os municípios.”, frisou.