Serra

Preso em Canela número 1 de facção criminosa atuante na cidade

Investigado "recrutava" criminosos da região metropolitana para realizar coação a outros criminosos na cidade de Canela. Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil de Canela prendeu a principal liderança de facção criminosa com atuação na cidade. Ele vinha sendo investigado pela Seção de Investigação da Delegacia de Polícia há mais de ano, tendo envolvimento principalmente como articulador do tráfico em Canela e região, sendo responsável por trazer drogas para cidade, distribuir a outros traficantes, que agiam sob seu comando.

Segundo a Polícia Civil, ele ainda possui envolvimento em outros crimes, incluindo roubo à mão armada ocorrido na Rua Dona Carlinda contra estabelecimento comercial, em 20 de dezembro de 2017. Ele foi ouvido como testemunha em homicídio, crime ocorrido em 04 de março deste ano, quando a vítima, também com envolvimento com o tráfico de drogas, foi levada de sua casa, no Bairro Vila Miná, sendo encontrada logo depois morto com diversos tiros, inclusive no rosto, no Bairro Saiqui.

Conforme a Polícia Civil, o investigado “recrutava” criminosos da região metropolitana para realizar coação a outros criminosos na cidade de Canela, obrigando-os a venderem drogas para sua facção. Um dos traficantes chegou a procurar a Polícia Civil para relatar as ameaças sofridas pelo investigado e seus comparsas, que chegaram a efetuar disparos de arma de fogo contra sua residência.

O Delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia de Canela e responsável pelas investigações, afirma que se trata da prisão mais importante realizada na cidade neste ano, uma vez que o investigado é apontado como principal liderança de uma facção criminosa com atuação violenta no município.

“A facção usa de violência incomum para os padrões de Canela, sendo responsável pela mudança do perfil de criminalidade na cidade, devendo ser coibida com todas as forças pela Polícia Civil, que se dedicou muito para que esta prisão ocorresse”, afirmou o delegado.