jogo sem inspiração

Inter empata contra o São Paulo e traz um pontinho na bagagem para Porto Alegre

Inter chegou a 16 pontos no Campeonato Brasileiro: Foto: Ricardo Duarte/Divulgação

Em uma partida sem inspiração e cheia de falhas técnicas, o Inter empatou mais um jogo no Campeonato Brasileiro. No Morumbi, o time colorado enfrentou o São Paulo e não conseguiu sair do 0 a 0. O empate mantém o Inter na quinta posição provisória, com 16 pontos. No domingo, às 19h, encara mais uma partida longe de casa, desta vez contra o Santos, na Vila Belmiro.

No primeiro tempo, o Inter tava mais pelo empate do que qualquer outra coisa. O time colorado foi eficiente na marcação e conseguiu suportar a pressão dos donos da casa. Mas no segundo tempo, a equipe do técnico Odair Hellmann voltou com uma postura totalmente diferente: com raça e com vontade de ganhar.

Aos 6 minutos da etapa final, William Pottker avançou em velocidade pela ponta-direita, invadiu a área e chutou para a defesa parcial de Sidão. No rebote, Leandro Damião tentou de bicicleta e a bola passou perto da trave direita. Pouco depois, Iago escorou para Damião e o centroavante concluiu, de puxeta, por cima do travessão.

O São Paulo praticamente não ofereceu perigo no segundo tempo. O Inter teve mais posse de bola e controlou totalmente o adversário, com destaque para mais uma boa atuação da zaga formada por Rodrigo Moledo e Víctor Cuesta.

Aos 37 minutos, Damião chutou de primeira para a defesa tranquila de Sidão. Aos 40, Nico López, que havia entrado no lugar de William Pottker, tentou o chute de longa distância, mas a bola subiu demais. E terminou com aquele sentimento do torcedor colorado: “Por que o Inter não jogou assim no primeiro tempo também?”

Nico López arrisca chute fora da área. Foto: Ricardo Duarte/Divulgação

“A gente fica feliz por estar pontuando, mas deixamos de somar três pontos porque as oportunidades claras foram nossas. O tempo inteiro tentamos vencer a partida. Jogar aqui da forma que jogamos, estamos de parabéns”, ressaltou Lucca, jogador que novamente apresentou dificuldades para cobrar os escanteios.

“Demoramos um pouco para nos adaptar ao campo no primeiro tempo, mas crescemos no segundo. Postura do nosso time é essa. Só caprichar na hora de atacar, que faremos os gols”, disse o volante Edenilson.