Retranca carioca

Grêmio não consegue furar bloqueio e fica no empate sem gols com o Fluminense

Lance da partida entre Grêmio e Fluminense disputada na Arena, valida pelo Campeonato Brasileiro. Foto: Lucas Uebel/Divulgação

 Na Arena, 20.044 torcedores viram Grêmio não conseguir fazer o dever de casa. A equipe do técnico Renato Gaúcho enfrentou o Fluminense, em jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, mas ficou no empate sem gols.

Os torcedores assistiram a um primeiro tempo movimentado. O Grêmio manteve nos 45 minutos iniciais, 73% da posse de bola. Criou, arriscou com chutes de longa distância e chegou a marcar com uma pintura de André, que mandou de bicicleta para o fundo das redes, mas o lance foi anulado por impedimento do centroavante. Já o time carioca jogou fechado, bloqueando qualquer tentativa gremista. Além disso, não conseguiu se infiltrar no campo de defesa tricolor, sem criar grandes oportunidades.

Diferente do primeiro tempo, a etapa complementar foi mais equilibrada. Os adversários começaram a se impor e também ameaçaram. Já o Grêmio seguiu pressionando e por detalhe não chegou ao gol por algumas vezes com Everton. Com o resultado, soma um ponto na competição, chegando a 13.

“A gente foi superior o jogo inteiro. Já eles jogaram por uma bola só”, disse Luan, ao reclamar da postura do Fluminense. Renato afirma que mais um empate em casa não o preocupa. “Não me preocupa em nada, pelo contrário, dei os parabéns para o grupo. Eu estaria preocupado se o meu time estivesse jogando mal e não criando. O que vemos nos últimos jogos é uma equipe”, ressaltou.

“Minha equipe sempre busca a vitória. Ela tem criado, hoje, 69% de posse de bola. Infelizmente, foi mais um jogo daqueles em que a bola não quis entrar”, completou.

Mais de 20 mil torcedores compareceram na Arena. Foto: Lucas Uebel/Divulgação