Inter garante vitória na Copa do Brasil sem apresentar bom futebol

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Mesmo sem jogar bem, o Internacional começou a 4ª fase da Copa do Brasil com vantagem ao bater o Vitória pelo placar de 2 a 1. Menos mal para o colorado que a atual edição da competição nacional não conta mais com o saldo qualificado, que dava valor de desempate aos gols marcados fora de casa. Sendo assim, qualquer nova vitória ou empate garantem classificação ao colorado.

O treinador Odair Hellmann resolveu fazer modificações no ataque e formou a dupla ofensiva com Rossi e Roger. O centroavante, que ainda busca uma boa atuação não foi bem mais uma vez. Já Rossi, contratado nesta temporada, mostrou bastante vontade e mobilidade em campo, o que já foi considerado um ponto positivo em meio ao baixo desempenho da equipe vermelha.

Sem conseguir desenvolver boas e conscientes jogadas de ataque, o Inter abriu o marcador aos 18 minutos do primeiro tempo quando Iago viu bem o avanço de Rossi pela esquerda e o atacante fez ótimo cruzamento, rasteiro, encontrando Patrick, dentro da área. O volante passou na velocidade pela defesa baiana e bateu no canto esquerdo do goleiro Caíque.

Mas como o colorado não justificava o resultado com sua atuação, o Vitória chegou ao empate ainda antes do intervalo. Aos 42 minutos Rodrigo Dourado cometeu erro primário ao cruzar a bola na frente da sua defesa. O meia Rhayner tomou a bola e bateu com muita força, o goleiro Marcelo Lomba conseguiu fazer a defesa parcial e no rebote Denílson empatou a partida.

Se na primeira etapa o filme foi ruim para a torcida no Beira-Rio, a segundo tempo trouxe pouca melhora. Odair fez três modificações durante a etapa final, todas visando a parte ofensiva. O técnico mandou a campo Pottker, Nico López e o garoto Brenner. Saíram do time, respectivamente, Roger, Rossi e o lateral Fabiano.

Dois dos jogadores que começaram no banco tiveram ótimas chances de marcar. Primeiro Pottker, que recebeu excelente passe de Edenílson mas bateu pra fora, e depois com Nico López, que bateu forte de fora da área e obrigou o arqueiro do Vitória a fazer ótima defesa. O desempate só saiu aos 44 minutos, quando D’Alessandro cobrou direto uma falta pelo lado direito e o goleiro Caíque engoliu um grandioso frango no Beira-Rio ao deixar escapar a bola pra dentro do gol.

Agora o Internacional se prepara para a estreia no Campeonato Brasileiro, no domingo, contra o Bahia, em Porto Alegre. A volta pela Copa do Brasil ocorre no dia 19, no Barradão.