Grêmio empata na Arena em jogo sem gols mas com muita movimentação contra o Furacão

Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio e Atlético-PR empataram em 0 a 0 na Arena, na noite deste domingo, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Depois da estreia do tricolor vencendo o Cruzeiro no Mineirão, e do Furacão ter aplicado 5 a 1 na Chapecoense, o confronto foi bastante esperado e atendeu às expectativas, mesmo sem gols.

Foi um jogo diferente. Com dois times que jogam com a bola no pé, têm grande movimentação de seus jogadores e procuram trocar passes sem rifar a posse de bola. A diferença básica entre as duas equipes, principalmente na primeira etapa, foi o fato de que o Grêmio tocava a bola em direção ao gol, sempre atacando, enquanto o Atlético-PR preferia valorizar os momentos de posse e só avançar em oportunidades adequadas, tanto que na primeira metade de jogo deu apenas um chute a gol.

O tricolor, por sua vez, teve algumas boas chances, principalmente em bolas roubadas da defesa dos paranaenses, que tentavam sair pro jogo sem chutões e davam oportunidade para os avantes gremistas retomarem o lance. Assim, logo aos 4 minutos de jogo, Éverton roubou a bola e passou na frente para Luan que chutou no travessão, no rebote Ramiro colocou por cima.

Luan ainda teve uma outra ótima chance de marcar de dentro da área quando recebeu de André e bateu alto. Éverton, Ramiro e Maicon também concluíram, mas todos pararam nas mãos do bom goleiro Santos, do Furacão.

No intervalo, Renato Portaluppi modificou o time. Resolveu tirar Léo Moura, deslocando Ramiro para a lateral, e colocando Alisson para ajudar no ataque. Durante o início da segunda etapa o Grêmio continuou com a troca rápida de passes em direção ao ataque e com a marcação sob pressão na saída de bola dos visitantes. Mas com o passar dos minutos, talvez pelo desgaste da partida muito intensa, começou a não conseguir marcar com tanta precisão e a apresentar alguns erros de passes na hora de tentar romper a defesa atleticana.

Com isso, o Furacão ganhou terreno e começou a levar perigo à meta de Marcelo Grohe, com boa movimentação de Pablo e Nicão na frente. O time paranaense estava em seu melhor momento na partida quando, pouco antes dos 30 minutos da segunda etapa, Camacho recebeu dois cartões amarelos em menos de 5 minutos e foi expulso pelo árbitro Raphael Claus.

Imediatamente Renato mandou Jael a campo no lugar de Arthur para pressionar com dois centroavantes em busca do gol. O treinador do Atlético-PR, Fernando Diniz passou a armar sua equipe para se fechar mais, com um jogador a menos, e tentar avanços esporádicos. Na prática, o que aconteceu nos últimos 15 minutos de tempo normal, mais os 4 minutos de acréscimo, foi a sessão do Grêmio, sem a mesma intensidade do início da partida, em busca da vitória.

O gol não saiu e as duas equipes chegaram aos 4 pontos, já que haviam vencido na primeira rodada. Agora o tricolor enfrenta o botafogo, no Rio de Janeiro, e o Furacão pega o Bahia, também fora de casa, na Fonte Nova, na próxima rodada do Campeonato Brasileiro.