Projeto gaúcho ganha repercussão internacional no McDonald’s

Sueli Dutra Chaves, Consultora de Operações do McDonald’s no RS. Foto: Acervo Pessoal

A criatividade do trabalhador brasileiro tem rendido grandes ideias para as empresas. Aproveitando a experiência operacional, muitas sugestões atrativas têm permitido que conceitos sejam implantados e que iniciativas sejam oferecidas para quem presta serviço ao consumidor. E isso pode render benefícios aos trabalhadores. Esse é o caso de Sueli Dutra Chaves, Consultora de Operações do McDonald’s no Rio Grande do Sul que, a partir da percepção de oportunidade no restaurante da Avenida Nilo Peçanha, em Porto Alegre, ganhou a chance de apresentar sua ideia na Convenção Mundial do McDonald’s, que acontece em Orlando, na Flórida (EUA), até o dia 20 de abril, como representante brasileira no evento.

Baiana de Condeúba, Sueli começou em 1997 como Atendente do McDonald’s aos 15 anos, em São Bernardo do Campo (SP). Aos 20 anos já era Gerente em outro restaurante da empresa na cidade, e há cerca de cinco anos foi promovida para Consultora de Operações, sendo transferida para Porto Alegre. ” Tinha a preocupação de me adaptar à cultura de outro estado, mas fui muito bem recebida”, confessa. Como resultado de uma premiação interna por melhor nota em avaliação dos clientes, chegou a assistir aos jogos da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Nos anos de 2012 e 2014, obteve reconhecimento pelo trabalho exercido no departamento de Operações e participou da Convenção Mundial do McDonald’s, nos Estados Unidos.

A troca de experiência com pessoas do McDonald’s do mundo inteiro despertou o espírito inovador na consultora. “Apesar de sermos da mesma empresa, os países possuem suas particularidades”, comenta.

O fluxo de clientes no horário da tarde sempre chamou atenção de Sueli, que fez com que ela elaborasse um projeto de atendimento especial para eles neste período. Surgia assim a ideia de receber a clientela em um horário de trânsito caótico.

No final do ano passado, uma campanha interna foi lançada pela empresa com o objetivo de selecionar projetos ligados à Cooltura de Serviço na maior franquia independente do McDonald’s do mundo, a Arcos Dorados. O prêmio era participação na Convenção Mundial da rede. Sueli tinha a oportunidade de voltar ao ambiente que a encantara anos antes e inscreveu essa ideia. O projeto dela foi inscrito e tornou-se uma das oito selecionadas, dentre 1.700 propostas, para a Convenção de 2018. Sueli será a representante do Brasil.