Tragédia em Pelotas

Menina de 1 ano e 4 meses morre após incêndio em casa no Sul do Estado

Anteriormente informamos que as duas irmãs gêmeas haviam morrido, conforme informação divulgada pela Brigada Militar e Corpo de Bombeiros. O texto foi corrigido às 20h55 e 10.jul.2018

Uma menina de 1 ano e quatro meses morreu durante um incêndio na casa onde viviam no loteamento Ceval, em Pelotas, na região Sul do Estado. Júlia Cunha de Oliveira brincava quando o fogo começou, provavelmente causado por um curto-circuito.

Conforme familiares, Júlia brincava com sua irmã gêmea e com o irmão de três anos de idade quando o incêndio começou. As crianças estavam em casa com a mãe, que fazia afazeres domésticos nos fundos da residência. O pai estava trabalhando.

O menino de três anos é que alertou a mãe sobre o início do fogo. Rapidamente, os Bombeiros foram chamados, mas os vizinhos pegaram vários baldes para tentar apagar as chamas enquanto a primeira guarnição não chegava.

Júlia morreu no local. Alexia teve 40% do corpo queimado e será transferida, pela gravidade dos ferimentos, para o HPS de Porto Alegre. A mãe das crianças entrou em estado de choque, e foi encaminhada ao Pronto-Socorro de Pelotas. Ela teve que ser sedada.

Leia mais:  Com greve dos caminhoneiros, atividade econômica recua 3,34% em maio

A casa simples de madeira foi parcialmente destruída pelas chamas. Alguns pertences conseguiram ser salvos do fogo. O caso será investigado pela Polícia Civil.