Vandalismo

Iluminação de LED em Porto Alegre é alvo de furtos e depredações

Pelo menos 39 pontos novos foram alvo de vandalismo. Foto: Anselmo Cunha/PMPA

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb) instalou, por meio da Divisão de Iluminação Pública (DIP), durante o ano de 2017, lâmpadas de LED no Centro Histórico, visando o maior conforto visual e a melhora do sistema de iluminação. Porém, no decorrer do mês de junho, foram furtados e depredados pelo menos 39 pontos, predominantemente na região Central, incluindo ruas com alto fluxo de pedestres, chegando a quase R$ 80 mil reais em prejuízo para o erário público. O furto e depredação de patrimônio público é crime, com pena de 6 meses a 1 ano de detenção, além de multa. A DIP realiza o serviço através de programação, contemplando protocolos abertos via 156, no período da tarde, noite e madrugada, com pelo menos oito equipes.

A Guarda Municipal realiza rondas constantes nos locais apontados. No entanto, é necessário o apoio da comunidade, que pode ajudar utilizando o telefone 153 para a realização de denúncias.

Protocolo

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb) esclarece que todas as demandas são recebidas oficialmente via sistema Fala Porto Alegre 156, pelo telefone ou pelo site da Prefeitura. Após o relato do problema, a demanda é encaminhada para os setores responsáveis para vistoria e execução e a população pode acompanhar o andamento de sua solicitação pelo número do protocolo gerado. Entre as principais demandas relacionadas à iluminação pública, estão luminárias apagadas ou permanentemente acesas, falta de lâmpadas, fio exposto, poste danificado e choque elétrico.