Bombas secas

Porto Alegre não tem mais gasolina nos postos, afirma Sulpetro

Posto de combustíveis sem gasolina na Capital. Credito: Sulpetro

O Sulpetro (Sindicato Intermunicipal do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes do Rio Grande do Sul) afirmou que todos os 280 postos de gasolina de Porto Alegre estão sem gasolina. No Rio Grande do Sul, cerca de 60% dos 2.800 estabelecimentos estejam com falta total do combustível.

O sindicato acreditava que a gasolina ia acabar nesta sexta-feira (25), mas o alto consumo provocado pelo receio de desabastecimento. Conforme João Carlos Dal’Aqua, presidente do Sulpetro, os donos de postos não conseguiram reabastecer antes da greve. Ele expôs que os pagamentos aos distribuidores e muitos empresários não tinham condições de comprar uma nova carga.

“Desde segunda-feira houve forte antecipação do consumo devido o temor da falta, que acabou acontecendo antes do previsto pelo fato de milhares de pessoas acorrerem aos postos”, destaca o dirigente.

Combustível para viaturas

A secretaria da Segurança Pública conseguiu acertar com as distribuidoras o abastecimento de viaturas. Conforme o Sulpetro, que intermediou a ação, houve a escolta de alguns caminhões desde a base de Canoas até postos de Porto Alegre, para reabastecimento exclusivo dos órgãos da segurança pública.