Saldo da greve

Com racionamento de diesel, ônibus cumprem tabela horária reduzida nesta quinta

Foto: Eduardo Beleske/PMPA

A mobilização dos caminhoneiros vai provocar mudanças na tabela horária dos ônibus de Porto Alegre. Conforme a EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), o atendimento será emergencial, em razão da falta de combustível pela greve.

Uma reunião na tarde desta quarta-feira (23) com a direção da EPTC, da Carris, ATP (Associação dos Transportadores de Passageiros) e consórcios de ônibus, definiu a escala de trabalho. A operação dos coletivos será normal durante picos da manhã até 8h30, e também à tarde, das 17h às 19h30. As lotações funcionarão normalmente.

Nos demais horários, as viagens serão de hora em hora. A forma de atendimento durante o período da noite será divulgada somente durante a desta quinta-feira.

A decisão acontece, segundo a EPTC, para “possibilitar a prestação do serviço por um maior número de dias possíveis nos horários de demanda mais intensa da população”. Ou seja, as empresas e a Prefeitura não esperam o fim da greve dos caminhoneiros tão cedo.