Porto Alegre é candidata a participar do City Cancer Challenge

Reunião de apresentação do Projeto City Cancer Challenge no hospital Moinhos de Vento. Foto: Ricardo Giusti/PMPA

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, participou da reunião de apresentação do projeto City Cancer Challenge – C/CAN 2025. O projeto tem como desafio ampliar o acesso a cuidados e tratamentos de qualidade do câncer em cidades com mais de 1 milhão de habitantes em todo o mundo.

Porto Alegre é candidata a ser uma das 20 cidades desafio do projeto, por meio da união entre a prefeitura municipal e a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama), com o apoio do Hospital Moinhos de Vento. O resultado deverá ser conhecido no final de maio.

No encontro, realizado no Hospital Moinhos de Vento, o prefeito de Porto Alegre destacou a importância da iniciativa e o apoio do município à candidatura. Marchezan ressaltou o papel de Porto Alegre  “como núcleo de saúde, com elevada capacidade de atendimento e núcleos de pesquisa”.  Segundo ele, o conceito da gestão é arrumar as contas e buscar a inovação.

Lançado em janeiro de 2017, o C/Can 2025 é uma iniciativa multissetorial que apoia as cidades para assumir a liderança no planejamento e implementação de soluções da cadeia de atenção de câncer, com o objetivo de aumentar o número de pessoas com acesso a tratamento oncológico de qualidade em cidades.

“Esse grupo vem com seus experts para pensar em soluções e estratégias para a questão do câncer”, disse a presidente da Femama, Maira Caleffi.

Levantamento

Um levantamento lançado em abril desde ano, realizado pelo Observatório de Oncologia, em parceria com Conselho Federal de Medicina, que analisou dados do Sistema de Informações de Mortalidade, indica que o câncer é a principal causa de morte em 10% das cidades brasileiras.

O Rio Grande do Sul abriga o maior número de municípios em que este cenário é registrado. No território gaúcho, o índice é de 33,6%, enquanto a média no restante do País é de 16,6%.