Grêmio perde com time reserva e Renato Gaúcho diz que o clube não abandonou o Brasileirão

Os torcedores acompanharam um jogo equilibrado entre Grêmio e Botafogo. Foto: Lucas Uebel/Divulgação

Com a cabeça na Libertadores, o Grêmio jogou a terceira rodada do Campeonato Brasileiro com o time reserva (quem lamentou foi o técnico Tite que queria observar Geromel e Arthur). No estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, a equipe alternativa do técnico Renato Gaúcho perdeu por 2 a 1 para o Botafogo.

Os torcedores acompanharam um jogo equilibrado entre Grêmio e Botafogo. No início do primeiro tempo, o tricolor gaúcho não conseguiu manter a posse de bola como nos últimos confrontos, fator que facilitou a vida do time carioca.

Renato Gaúcho ficou o tempo todo agitado na beira do gramado. Foto: Lucas Uebel/Divulgação

Logo no início, Matheus Fernandes colocou uma bola na trave, mas na sequência o Grêmio respondeu com Alisson, que por detalhe, não marcou. Aos 35 minutos, Botafogo, que obrigou o goleiro gremista Paulo Victor a fazer duas grandes defesas, insistiu tanto que conseguiu abrir o marcador com Brenner.

Mas a vantagem do time carioca durou apenas dois minutos. Aos 37, Alisson cobrou um escanteio com qualidade na marca penal, na altura perfeita para Michel subir e mandar de cabeça para o fundo da redes, empatando a partida.

A etapa complementar seguiu no mesmo ritmo. Renato mudou, tirando Maicosuel, Luan e Michel, para colocar Lima, Pepê e Cícero. Aos 46 minutos, na reta final da partida, o Botafogo conseguiu o gol da vitória com Gilson, que arrematou da entrada da área.

Luan foi substituído na segunda etapa. Foto: Lucas Uebel/Divulgação

 

“O Grêmio não abandonou o campeonato brasileiro”, ressaltou o técnico gremista, ao explicar o motivo em poupar os jogadores na competição. “A decisão é minha e, em determinados jogos, o Grêmio vai atuar com essa equipe.”

“Em algumas partidas do Brasileiro, não vai ser possível atuar com os titulares. Se colocar a mesma equipe em campo, fica impossível ganhar a Copa do Brasil e a Libertadores”, afirmou. “Enfrentamos de igual para igual o campeão carioca, estando com uma equipe totalmente diferente da tradicional”, completou Renato.

Agora, o Grêmio foca no Cerro Porteño, terça-feira, pela Libertadores. No Brasileirão, volta a atuar contra o Santos, no dia 6.