Campeonato Brasileiro: Inter perde para o Palmeiras em São Paulo

O time do técnico Odair Hellmann teve novidades na escalação. Ricardo Duarte/Divulgação

Depois da eliminação na Copa do Brasil, o Inter voltou a atuar, mas não conseguiu um resultado positivo. Em uma partida marcada pelo equilíbrio, o time colorado foi derrotado por 1 a 0 pelo Palmeiras no Pacaembu, pela segunda rodada do Brasileirão.

O time do técnico Odair Hellmann teve novidades na escalação que iniciou o duelo em São Paulo. Danilo Fernandes retomou a titularidade no gol e Klaus foi o companheiro de Víctor Cuesta na zaga. Gabriel Dias desempenhou a função de lateral-direito, uma vez que Fabiano não pôde atuar por conta de uma cláusula contratual imposta pelo Palmeiras, seu ex-clube. No meio-campo a novidade foi Camilo no lugar de D’Alessandro, que começou no banco de reservas.

O Inter começou o jogo pressionando no campo de ataque. Aos 3 minutos, após cabeceio de William Pottker, a bola sobrou na pequena área para Gabriel Dias chutar e Jailson salvar com os pés praticamente em cima da linha. Aos 5minutos, Pottker disparou uma bomba e o goleiro palmeirense espalmou. Aos 14 minutos, o Palmeiras chegou com força pela primeira vez, com Keno. Ele chutou cruzado, Danilo Fernandes fez a defesa parcial e, no rebote, Borja cabeceou por cima do travessão. Aos 17 minutos, Borja desviou de cabeça por cima do gol colorado.

A partida seguiu equilibrada, com a disputa pela bola concentrada no meio-campo e sem que ninguém conseguisse criar chances reais de gol. Aos 39 minutos, porém, um duro golpe: Diogo Barbosa cruzou e Dudu cabeceou para abrir o placar para o Palmeiras. Aos 44 minutos, Nico López invadiu a área e foi empurrado por Diogo Barbosa. Pênalti claro sonegado pela arbitragem.

Nico sofreu um pênalti, mas não foi marcado pela arbitragem. Foto: Ricardo Duarte

No segundo tempo,  Palmeiras se fechou bem e reequilibrou a partida. Aos 19 minutos, após rápida escapada de Keno pelo meio, Borja foi acionado na área e escorou para Lucas Lima. O ex-jogador colorado chutou colocado e acertou a trave direita. Aos 27 minutos, mais um erro da arbitragem prejudicou o Inter. Leandro Damião recebeu passe em posição legal, fez o giro sobre o marcador e chutou para o fundo do gol, mas o lance foi anulado por impedimento.

“Quinta-feira fomos eliminados na Copa do Brasil, com pênalti inexistente, e eu não reclamei. Hoje, uma derrota com pênalti duvidoso. Muito mais pênalti do que foi marcado em Salvador”, disse o vice de Futebol do Inter, Roberto Melo.

“O que a equipe precisa, neste momento, é de confiança e tranquilidade para trabalhar. O trabalho vem sendo bem feito, este é o Inter que esperamos e que tem condição de jogar”, completou o dirigente colorado.

Agora, o Inter buscará a reabilitação diante do Cruzeiro, domingo (29/4), às 19h, no Beira-Rio.

Palmeiras: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Dudu (Willian), Lucas Lima (Moisés) e Keno; Borja (Deyverson). Técnico: Roger Machado.

Internacional: Danilo Fernandes; Gabriel Dias (Fabinho), Klaus, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, Nico López (Leandro Damião), Camilo (D’Alessandro) e Patrick; William Pottker. Técnico: Odair Hellmann.