PT volta a comandar o Governo do Rio Grande do Sul temporariamente

José Paulo Cairoli transmitiu o cargo de governador em exercício ao presidente da Assembleia Legislativa, Edegar Pretto. Foto: Daniela Barcellos/Palácio Piratin

O governador José Ivo Sartori (PMDB) transmitiu, nesta sexta-feira (22), o cargo de chefe do Executivo para o vice-governador José Paulo Cairoli (PSD). Sartori viajou para Curitiba (PR) para passar o Natal com a família e retorna ao Rio Grande do Sul na segunda-feira (25).

No final da tarde, Cairoli, que estará em viagem para Punta del Este, no Uruguai, no período de Natal, passou o cargo de governador em exercício ao presidente da Assembleia Legislativa, Edegar Pretto, do PT. O deputado estadual passará três dias no cargo. O ato de transmissão de cargo ocorreu na Ala Residencial do Palácio Piratini.

Edegar Pretto preside a Assembleia desde janeiro de 2017 e assume pela primeira vez o Governo do Rio Grande do Sul desde que tomou posse como chefe do Legislativo. Em 1º de fevereiro, ele transmite o cargo para Marlon Santos (PDT).

Conforme o Artigo 80 da Constituição Estadual, o presidente do Legislativo ocupa a chefia do Executivo em casos de impedimento simultâneo do governador e do vice-governador.

Leia mais:  Israel, a pátria do povo judeu