Díaz-Canel é eleito novo presidente de Cuba

Miguel Díaz-Canel (E), de 57 anos, é o atual primeiro vice-presidente de Cuba. Foto: Divulgação

Miguel Díaz-Canel, de 57 anos – completa 58 amanhã – foi eleito presidente de Cuba nesta quinta-feira (19) na Assembleia Nacional do Poder Popular como candidato para ocupar a presidência do país em substituição a Raúl Castro, de 86 anos, que deixa o cargo após dois mandatos, totalizando 12 anos. Atualmente ele é o primeiro vice-presidente de Cuba.

O novo presidente foi confirmado com 99,83% dos votos da Assembleia Nacional do Poder Popular, segundo dados divulgados pela presidente da Comissão Eleitoral Nacional, Alina Balseiro.

Os deputados cubanos ofereceram uma salva de aplausos ao novo presidente, saudado com um aperto de mãos e abraço de Raúl Castro, conforme mostrou a televisão estatal.

Também foram eleitos os outros integrantes do Conselho de Estado, o principal órgão de governo em Cuba, com o veterano Salvador Valdés Mesa como primeiro vice-presidente.

O grupo de cinco vice-presidentes será integrado pelo “histórico” Ramiro Valdés; pelo ministro da Saúde, Roberto Morales; pela controladora-geral, Gladys Bejerano; pela diretora do Instituto de Recursos Hídricos de Cuba, Inés María Chapman; e pela presidente da Assembleia Provincial de Santiago de Cuba, Beatriz Johnson.

Além disso, o Conselho de Estado está composto por outros 23 integrantes e um secretário, cargo que permanecerá ocupado por Homero Acosta.

Dos 23 integrantes, 15 foram eleitos para esta gestão e 11 são mulheres.

Após a proclamação dos resultados, o presidente do parlamento, Esteban Lazo, convidou o presidente eleito a ocupar seu novo lugar na presidência da Assembleia, onde Díaz-Canel ofereceu a Raúl Castro uma saudação militar e outro abraço.

Castro levantou o braço de seu sucessor em um clássico gesto da simbologia revolucionária.