SINAL AMARELO

Vigilância em Saúde monitora aumento de casos de dengue no RS

Conforme dados do Painel de Casos de Dengue RS, o Estado já registrou 216 casos em 2024.

Compartilhe:
Larvas do mosquito Aedes Aegypti, que transmite a dengue. Foto: Cristine Rochol/PMPA

O monitoramento dos casos de dengue no Rio Grande do Sul, realizado pela Secretaria da Saúde (SES), por meio do Centro de Vigilância em Saúde, apresenta um alerta para o aumento de registros da doença no Estado.

Conforme dados do Painel de Casos de Dengue RS, nas duas primeiras semanas de 2022 foram registrados 63 casos confirmados; em 2023, 42; e em 2024, 216.

A chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Centro de Vigilância em Saúde, Roberta Vanacôr Lenhardt, afirma que outro fator de alerta é a ocorrência de casos confirmados de dengue durante todos os meses do ano – anteriormente, ocorriam somente nos períodos de calor.

Isso demonstra que não há mais sazonalidade na circulação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença.

“Atualmente, a presença do evento climático El Niño, com chuvas volumosas associadas a altas temperaturas, predispõe ainda mais para o surgimento e manutenção de mais criadouros do mosquito vetor. Essa situação chama a atenção para a importância do cuidado com o meio ambiente, tanto por parte da sociedade, como dos gestores públicos”, disse Roberta.

Em todo o ano de 2022, o Rio Grande do Sul apresentou 66.812 casos confirmados e 66 óbitos. Em 2023, o Estado apresentou um número total de casos confirmados, até o momento, de 38.221 e 54 óbitos em razão da doença.

“Diante desse cenário, o enfrentamento da dengue precisa ser realizado de forma conjunta. A população também faz parte desse processo, eliminando possíveis criadouros e revisando interna e externamente as áreas da residência, ao menos uma vez por semana”, frisou Roberta.

Dados

Em Barra do Guarita, na Região Noroeste do Rio Grande do Sul, houve 82 confirmações dos 85 casos investigados na primeira semana de 2024, de acordo com os dados da SES (Secretaria Estadual da Saúde).

A segunda cidade gaúcha com mais casos confirmados nos primeiros sete dias de 2024 é Tenente Portela, com 34, seguida por Derrubadas e Vista Gaúcha, ambas com cinco confirmações cada.

Quer receber notícias no WhatsApp?
Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Compartilhe:
error: