FGTS

Saque calamidade do FGTS já está disponível para moradores de Porto Alegre

A partir deste sábado (27) e até 18 de abril, aqueles que têm saldo na conta do FGTS poderão sacar até R$ 6,22 mil.

Compartilhe:
Mãos manuseiam várias notas de 50 reais.
Foto: USP Imagens

Prefeitura de Porto Alegre e Caixa Econômica Federal finalizaram os procedimentos para viabilizar a liberação do Saque Calamidade do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

O benefício está liberado em razão da prefeitura ter emitido decretos de nível 1 e 2 de situação de emergência, após o forte temporal de 16 de janeiro.

A partir deste sábado (27) e até 18 de abril, aqueles que têm saldo na conta do FGTS poderão sacar até R$ 6,22 mil (a depender da quantia disponível no fundo na data em que for realizada a solicitação).

Critérios

Estarão automaticamente habilitados a pedir o Saque Calamidade os moradores de 76 bairros de 16 regiões do OP (Orçamento Participativo) que possuem Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) inferior a 0,9. Esse indicador é calculado com base em três sub-índices: longevidade, educação e renda.

A única região do OP que tem IDHM acima de 0,9 é a Centro, que inclui 18 bairros (ver nomes abaixo). Para se habilitar ao Saque Calamidade, a pessoa que vive em algum desses 18 locais terá de, inicialmente, enviar uma solicitação à prefeitura.

Para isso, deverá acessar o 156 da gestão municipal, a partir da semana que vem (o dia exato da liberação desses pedidos será anunciado pela prefeitura nos próximos dias), por telefone, WhatsApp ou aplicativo de celular, e informar que deseja efetuar pedido de Saque Calamidade do FGTS.

Na sequência do atendimento via 156, terá de enviar nome, telefone celular, endereço completo e descrição dos danos sofridos na residência. Caso o pedido seja aprovado, a pessoa também terá direito ao Saque Calamidade, mas estará habilitada a fazer a solicitação na Caixa dez dias úteis após receber a confirmação da prefeitura.

O prazo máximo para efetuar a solicitação de Saque Calamidade de Porto Alegre, conforme informa o próprio site da Caixa sobre o benefício, é até 18 de abril de 2024. A pessoa pode se dirigir ao banco para pedir o resgate, mas não é necessário. É possível fazer a solicitação por meio do aplicativo de celular FGTS, da Caixa.

Bairros dos quais moradores estão automaticamente habilitados:

  • Aberta dos Morros
  • Agronomia
  • Anchieta
  • Arquipélago
  • Belém Novo
  • Belém Velho
  • Boa Vista
  • Boa Vista do Sul
  • Bom Jesus
  • Camaquã
  • Campo Novo
  • Cascata
  • Cavalhada
  • Chácara das Pedras
  • Chapéu do Sol
  • Coronel Aparício Borges
  • Costa e Silva
  • Cristal
  • Cristo Redentor
  • Espírito Santo
  • Extrema
  • Farrapos
  • Glória
  • Guarujá
  • Higienópolis
  • Hípica
  • Humaitá
  • Ipanema
  • Jardim Carvalho
  • Jardim Europa
  • Jardim Floresta
  • Jardim do Salso
  • Jardim Isabel
  • Jardim Itu
  • Jardim Leopoldina
  • Jardim Lindóia
  • Jardim Sabará
  • Jardim São Pedro
  • Lageado
  • Lami
  • Lomba do Pinheiro
  • Mario Quintana
  • Medianeira
  • Morro Santana
  • Navegantes
  • Nonoai
  • Parque Santa Fé
  • Partenon
  • Passo da Areia
  • Passo das Pedras
  • Pedra Redonda
  • Pitinga
  • Ponta Grossa
  • Restinga
  • Rubem Berta
  • Santa Maria Goretti
  • Santa Rosa de Lima
  • Santa Tereza
  • Santo Antônio
  • Sarandi
  • São Caetano
  • São Geraldo
  • São João
  • São Sebastião
  • Serraria
  • Sétimo Céu
  • Teresópolis
  • Três Figueiras
  • Tristeza
  • Vila Assunção
  • Vila Conceição
  • Vila Ipiranga
  • Vila Jardim
  • Vila João Pessoa
  • Vila Nova
  • Vila São José

Bairros dos quais moradores terão de comprovar perdas:

  • Auxiliadora
  • Azenha
  • Bela Vista
  • Bom Fim
  • Centro Histórico
  • Cidade Baixa
  • Farroupilha
  • Floresta
  • Independência
  • Jardim Botânico
  • Menino Deus
  • Moinhos de Vento
  • Mont’Serrat
  • Petrópolis
  • Praia de Belas
  • Rio Branco
  • Santa Cecí­lia
  • Santana

Quer receber notícias no WhatsApp?
Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Compartilhe:
error: