Pagamento antecipado

Rio Grande do Sul arrecada R$ 1,75 bi com pagamento antecipado do IPVA

Mais de 1,2 milhão de guias foram pagas até 28 de dezembro, quando terminou o prazo para quitação com desconto máximo

Compartilhe:

O Rio Grande do Sul arrecadou R$ 1,75 bilhão com o pagamento antecipado do IPVA 2024. O balanço foi finalizado pela Sefaz (Secretaria Estadual da Fazenda) nesta sexta-feira (5) e contabiliza todos os donos de veículos que quitaram o imposto até 28 de dezembro de 2023, último dia para garantir o pagamento com desconto máximo, que poderia chegar a 28,06%.

O valor, que é dividido meio a meio entre municípios e Estado, ficou de acordo com o esperado pela Receita Estadual, na mesma faixa em relação à registrada com o IPVA 2023. No total, mais de 1,2 milhão de guias foram pagas antecipadamente.

Para o subsecretário da Receita Estadual, Ricardo Neves Pereira, o bom resultado é reflexo dos descontos oferecidos no pagamento antecipado. “Neste ano, os contribuintes puderam somar descontos que chegaram a quase um terço do valor total do IPVA. As condições atrativas para a quitação antecipada resultaram no volume arrecadado pelo governo. Além dos descontos, o Estado segue oferecendo a possibilidade de realizar o pagamento por pix, o que facilita a vida dos proprietários de veículos”, avalia Neves.

Novidade inserida no ciclo do IPVA 2022, o pagamento por pix já representa 27,6% do total de guias quitadas pelos contribuintes neste ano – foram 337 mil transações nesta modalidade. Do volume que ingressou no caixa do Estado de forma antecipada, 26,5% são de pagamentos oriundos da modalidade criada pelo Banco Central, o que equivale a R$ 465,46 milhões.

Pagamento em 2024 garante desconto

Quem ainda não fez o pagamento poderá usufruir de descontos na quitação à vista e no parcelamento. A quitação em cota única terá os seguintes descontos:

  • Até 31 de janeiro: 6% de desconto pela antecipação (valor atualizado pela variação da Unidade Padrão Fiscal) + Bom Motorista (desconto máximo de 15%) + Bom Cidadão (desconto máximo de 5%). Total de desconto máximo: 24,80%.
  • Até 28 de fevereiro: 3% de desconto pela antecipação (valor atualizado pela variação da Unidade Padrão Fiscal) + Bom Motorista (desconto máximo de 15%) + Bom Cidadão (desconto máximo de 5%). Total de desconto máximo: 22,40%.
  • Até 31 de março: 1% de desconto pela antecipação (valor atualizado pela variação da Unidade Padrão Fiscal) + Bom Motorista (desconto máximo de 15%) + Bom Cidadão (desconto máximo de 5%). Total de desconto máximo: 20,80%.

O IPVA também pode ser parcelado em seis vezes, o que auxilia os contribuintes a planejarem o pagamento do tributo de forma mais alongada, quitando de janeiro a junho. O parcelamento não tem juros, mas é preciso fazer a adesão, com o pagamento da primeira parcela, até 31 de janeiro de 2024. As parcelas que vencem em janeiro, fevereiro e março terão descontos de 6%, 3% e 1%, respectivamente. A partir de fevereiro, não é mais possível fazer o parcelamento, e o pagamento deve ser feito em cota única.

Quer receber notícias no WhatsApp?
Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Compartilhe:
error: