HOSPITAL VILA NOVA

Porto Alegre terá novo centro de oncologia em fevereiro

Unidade foi feita com recursos próprios do Hospital Vila Nova, que investiu R$ 3,3 milhões na obra e na compra de equipamentos e mobiliário

Compartilhe:
Hospital Vila Nova – Foto: Alex Rocha/PMPA

O Centro de Oncologia da AHVN (Associação Hospitalar Vila Nova), em Porto Alegre, inicia atendimentos a partir de 6 de fevereiro. A construção da nova unidade foi feita com recursos próprios da AHVN, que investiu R$ 3,3 milhões na obra e na compra de equipamentos e mobiliário. Também houve cooperação técnica com o Poder Judiciário.

É expectativa é que sejam ofertadas 200 consultas mensais e, anualmente, mais de 3 mil consultas especializadas, 1,2 mil ultrassonografias, 600 exames de endoscopia digestiva alta e baixa, 650 cirurgias oncológicas e 5,3 mil tratamentos quimioterápicos.

O governo do Estado vai repassar R$ 6,9 milhões por ano. Os valores virão em parcelas mensais de R$ 576 mil, para o custeio dos atendimentos.

Conforme o diretor-presidente da AHVN, Dirceu Dal’Molin, o objetivo é proporcionar aos pacientes diagnosticados com câncer o início do tratamento ou cirurgia em no máximo 30 dias. “Queremos que o paciente seja logo encaminhado para quimioterapia, radioterapia ou cirurgia”, afirma.

Mutirão

Desde agosto de 2023, a Prefeitura de Porto Alegre, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realiza mutirão de cirurgias oncológicas no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, no Hospital São Lucas da PUCRS e na Santa Casa de Misericórdia. O objetivo foi diminuir filas de espera e dar conta da demanda, que também foi represada em razão da pandemia.

As três instituições receberam recursos que somam mais de R$ 16 milhões. Foram realizados mais de 14 mil exames e mais de 1,5 mil cirurgias oncológicas. Em março do mesmo ano, o TJ já havia repassado ao governo do Estado R$ 86 milhões a hospitais e municípios gaúchos para a ampliação do atendimento na oncologia.

Quer receber notícias no WhatsApp?
Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Compartilhe:
error: