EDUCAÇÃO

Mais de 200 escolas da rede estadual terão Ensino Médio em Turno Integral em 2024

Com este aumento, chega a 18% o número de escolas da rede estadual que irão trabalhar nesta modalidade

Compartilhe:

A Seduc (Secretaria Estadual da Educação) deu início, na manhã de segunda-feira (29), à formação de gestores, equipes diretivas, chefes de divisão das Coordenadorias Regionais de Educação e secretários de escola, que passam a integrar, a partir do ano letivo de 2024, a modalidade de Ensino Médio em Tempo Integral. A partir deste ano, o número de escolas com este modelo de ensino no Estado vai saltar de 111 para 205.

Com este aumento, chega a 18% o número de escolas da rede estadual que irão trabalhar na modalidade de tempo integral.  A meta é que, até 2026, se alcance 50% e, assim, atingir um índice de 25% de matrículas nessa modalidade.

A Seduc prevê que, com o turno integral, será possível “trabalhar o ser humano na sua integralidade, física e mental, cognitiva e socioemocional, e contribuir para que os jovens tenham uma melhor trajetória profissional, tenham melhores oportunidades e, por consequência, maiores salários”,  destacou a secretária da Educação, Raquel Teixeira.

A Seduc cita, ainda, que, conforme estudos, há pelo menos 17% mais chances dos alunos formados no modelo de turno integral entrarem em uma universidade. Por isso, o governo do RS diz tratar esta expansão com prioritária.

Para pôr em prática esta expansão, as escolas de Ensino Médio em Tempo Integral receberam juntas, no mês de janeiro, cerca de R$ 15 milhões. Afora isso, há o repasse extraordinário do Agiliza Educação que todas as escolas estaduais recebem.

Ajustes

Para que haja a implementação, uma série de mudanças administrativas terão de ser realizadas. Conforme o governo, isso vai desde a distribuição da carga horária dos docentes até o alinhamento pedagógico deste novo modelo de educação.

Recentemente, o Estado teve 1,3 mil professores efetivos aprovados em concurso e, ainda, houve autorização do executivo para contratação de forma temporária até 9 mil novos profissionais. A medida visa garantir que todas as escolas, principalmente as de tempo integral, tenham as suas cargas horárias devidamente preenchidas.

Há também a questão das escolas técnicas. A oferta dos cursos técnicos nas escolas com Ensino Médio de Turno Integral ocorre a partir de uma ferramenta desenvolvida pelo governo. Ela observa aspectos socioeconômicos e pedagógicos. São as chamadas ‘qualificações’ que se conectam com as necessidades do mundo do trabalho. Isso envolve temas tidos como pertinentes como protagonismo juvenil, empreendedorismo e pensamento de forma tecnológica

A formação

O evento de formação ocorre ainda nos dias 1/2, 5/2 e 8/2 e segue durante o mês de março com atividades. Ao todo, reunirá mais de 2 mil professores em 32 horas de formação no campus da PUCRS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul), em Porto Alegre.

Durante a formação, serão abordadas as bases teóricas e metodológicas do modelo, a matriz curricular atualizada com novos componentes e a Tecnologia de Gestão Educacional, além do plano de ação da secretaria.

Quer receber notícias no WhatsApp?
Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Compartilhe:
error: