Projeto Balneabilidade

Rio Grande do Sul tem 12 praias impróprias para banho, aponta Fepam

Dois pontos, a praia do Pinvest e o balneário Rebelo, em Tapes, não tiveram os dados divulgados.

Compartilhe:
Foto: Divulgação/Sema

Foi divulgado nesta sexta-feira (15) o primeiro relatório de balneabilidade das praias do Rio Grande do Sul na temporada de verão 2023/2024. Entre os 89 pontos analisados, em 44 municípios gaúchos, 12 foram considerados impróprios para banho. Nenhum dos locais impróprios para banho é banhado por mar.

Os dois pontos de Tapes – Praia do Pinvest e Balneário Rebelo – não tiveram dados divulgados nesta semana. Eles aparecem no sistema Baln, do Governo RS, como impróprios (veja mais abaixo).

No Litoral Norte, entre a praia de Quintão, em Palmares do Sul, e Torres, são 31 pontos de água salgada monitorados. As coletas de amostras na região são feitas semanalmente pela Gerência Regional do Litoral Norte Sema-Fepam, que envia o material para análise microbiológica pela Divisão de Laboratórios, em Porto Alegre.

Já o monitoramento dos demais pontos – que inclui águas lagoas e rios, como no Litoral Médio e Sul – é realizado com apoio da Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento) e do Sanep (Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas).

No site da plataforma, os dois pontos de Tapes constam como impróprios. No texto oficial do governo, eles aparecem como próprios. Conforme os dados da Fepam (Fundação Estadual de Proteção Ambiental), extraídos do portal Baln, os locais impróprios para banho são:

  • Alegrete: Balneário Caverá;
  • Barra do Ribeiro: Praia Recanto das Mulatas;
  • Cerrito: Rio Piratini/Balneário Cerrito;
  • Jaguari: Balneário Fernando Schilling;
  • Pedro Osório: Rio Piratini/Balneário Pedro Osório;
  • Pelotas, em quatro pontos: Balneário dos Prazeres, Santo Antônio/rua Bagé, Valverde/Trapiche e Valverde/avenida Senador Joaquim Assunção;
  • Rosário do Sul: Praia Areias Brancas/Rio Santa Maria;
  • Santa Maria: Balneário Passo do Verde;
  • São Jerônimo: Praia do Encontro/Rio Jacuí.

Dois pontos, a praia do Pinvest e o balneário Rebelo, em Tapes, não tiveram os dados divulgados.

Recomendações aos banhistas

  • Procure entrar na água apenas em locais que apresentem condição PRÓPRIA para o banho;
  • Tenha atenção especial com as crianças e idosos, pois são mais sensíveis e menos imunes;
  • Evite tomar banho em época chuvosa e nas primeiras 24 horas após chuvas intensas, já que a tendência é de carreamento de esgotos e resíduos para os cursos d’água, o que pode ocasionar picos de contaminação dos rios e oceanos;
  • Evite entrar na água nos períodos de cheia do rio, quando o leito está fora do seu curso normal, e em canais pluviais, saídas de “sangradouros”, córregos ou rios que afluem nas praias, pois podem estar contaminados por esgoto doméstico;
  • Não tome banho em locais com concentração de algas, já que podem conter toxinas altamente prejudiciais à saúde.

Quer receber notícias no WhatsApp?
Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Compartilhe:
error: