FISCALIZAÇÃO

Postos têm tanques e bombas de combustíveis interditados em Canoas e Porto Alegre

As interdições dos postos ocorreram por meio de decisão liminar obtida em ação cautelar.

Compartilhe:
Foto: Maria Ana Krack/PMPA

O Ministério Público do Rio Grande do Sul informou que postos de combustíveis em Canoas e Porto Alegre tiveram seus tanques e bombas de combustíveis interditados após uma operação.

“A continuidade ao trabalho sistemático de combate à adulteração de combustíveis realizado pela Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Consumidor resultou na interdição do tanque e da bomba de óleo diesel B S500 comum do Posto J.C. Barcellos & Cia. Ltda., localizado na Avenida do Forte, 527, Bairro Vila Ipiranga, em Porto Alegre, e interdição de tanque e a bomba de gasolina comum da Rede de Postos Auto Posto Center Ltda., localizado na Rua Alexandre de Gusmão, 1455, Bairro Estância Velha, em Canoas”, disse o Ministério Público do Estado.

As interdições ocorreram por meio de decisão liminar obtida em ação cautelar, proposta pelo promotor de Justiça Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, da Promotoria de Defesa do Consumidor de Porto Alegre.

“Em análise realizada pelo laboratório de química da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) foi constatado que os combustíveis apresentavam características em desacordo com as especificações legais”, completou o Ministério Público.

“Além da interdição da comercialização dos produtos, mediante o lacramento das bombas e tanques, a Justiça acolheu os pedidos do Ministério Público de apreensão de notas fiscais dos produtos impróprios e coleta de amostras para eventual contraprova”, finalizou.

Quer receber notícias no WhatsApp?
Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Compartilhe:
error: