CAPITAL

FALTA D’ÁGUA: Prefeitura de Porto Alegre apresenta plano para enfrentar desabastecimento

Entre as medidas imediatas está a solicitação junto à CEEE Equatorial da instalação de geradores em estações, o que ainda não é garantido

Compartilhe:

A prefeitura de Porto Alegre divulgou, na manhã desta quarta-feira (20), quais serão as ações adotadas para enfrentar o desabastecimento de água em regiões altas da cidade. Segundo informações também da manhã (20), ao menos 14 localidades – entre bairros, loteamentos e vilas – sofrem com a falta de água. Os problemas são registrados em pontos da zona leste da Capital gaúcha.

O executivo diz a responsabilidade dos atuais problemas é também da CEEE Equatorial, que fornece energia elétrica para as estações. Contudo, o Paço Municipal afirma que não fugirá de suas atribuições. Entre as medidas imediatas estão o aumento no número de caminhões-pipa, realização de manobras na rede e a solicitação da instalação de geradores junto a CEEE, o que ainda não é garantido.

Confira as medidas em detalhes

Curto prazo

Como soluções imediatas estão o aumento no número de caminhões-pipa de 8 para 21 nos últimos dias, manobras realizadas na rede e o pedido de instalação de geradores em estações, feito à CEEE Equatorial. Caso a CEEE Equatorial não forneça gerador para a Estação Belém Novo (essencial para o abastecimento da Zona Leste), o Dmae irá locar equipamento para evitar novas quedas de energia elétrica nesse local.

“Existem impactos financeiros, ambientais e até de ruídos na vizinhança quando se coloca gerador em estações. Contudo, na ETA Belém Novo, é uma medida essencial, nesse momento, para evitar que os reservatórios tenham novas perdas em razão de problemas gerados por falta de energia da CEEE Equatorial”, justificou o diretor-geral do Dmae (Departamento Municipal de Água e Esgotos).

Aumento no corpo de trabalho

Entre as medidas está o chamamento de trabalhadores efetivos de cargos administrativos, já aprovados em concurso da prefeitura e que serão alocados no Dmae. Também está previsto um novo projeto de contratação de servidores técnicos temporários, que será enviado para a Câmara Municipal.

Nova estação

Segundo a prefeitura, serão feitos estudos para instalar uma estação de tratamento provisória na barragem Lomba do Sabão. A expectativa é solucionar, em médio prazo, a situação da Zona Leste, até que obras mais complexas sejam concluídas.

 

Quer receber notícias no WhatsApp?
Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Compartilhe:
error: