ECONOMIA

Aneel mantém bandeira verde

Quando a conta de luz é calculada com a bandeira verde, não há nenhum acréscimo.

Compartilhe:
Foto mostra várias torres com linhas de transmissão de energia elétrica
Linhas de transmissão de energia, energia elétrica. Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) informou que no mês de janeiro a bandeira tarifária será verde. Desta forma, os consumidores não terão custo extra nas contas de luz.

De acordo a Aneel, a continuação da bandeira verde no início do próximo ano é porque as condições favoráveis de geração de energia permanecem.

Bandeiras

Quando a conta de luz é calculada com a bandeira verde, não há nenhum acréscimo. Contudo, as bandeiras amarela ou vermelha implicam em custos adicionais, variando entre R$ 2,989 (bandeira amarela) e R$ 9,795 (bandeira vermelha, patamar 2) a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

Durante o período da escassez hídrica, de setembro de 2021 a 15 de abril de 2022, os consumidores pagavam um valor extra de R$ 14,20 a cada 100 kWh.

Quer receber notícias no WhatsApp?
Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Compartilhe:
error: