ESTRESSE TÉRMICO

Eventos climáticos provocam queda na produção de leite no RS

A estimativa da queda de produção de leite é em oito níveis.

Compartilhe:
Foto: Fernando Dias/Seapi

Elevada umidade relativa do ar e grandes amplitudes térmicas registradas durante a primavera provocaram queda na produção de leite do Rio Grande do Sul, pelo desconforto térmico causado aos animais.

“Também houve prejuízos advindos dos eventos climáticos extremos ocorridos na estação”, ressaltou a Seapi (Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação).

Estes são os resultados das análises de dados publicadas no Comunicado Agrometeorológico 63 – Especial Biometeorológico Primavera 2023, editado pelo Departamento de Diagnóstico e Pesquisa Agropecuária da Seapi.

“Utilizando o Índice de Temperatura e Umidade (ITU), a publicação documenta e identifica as faixas de conforto/desconforto térmico às quais os animais foram submetidos, estimando os efeitos na produção de leite. Além disso, apresenta mapas com a espacialização dos ITUs médio e máximo, com estimativa da queda de produção de leite em oito níveis, que vão de cinco a 40 quilos por dia”, disse a Seapi.

Estresse térmico

“A primavera propiciou a ocorrência de situação de estresse térmico, levando à estimativa de queda de produção de leite nas dez regiões ecoclimáticas do Estado avaliadas. Os eventos climáticos extremos ocorridos durante a estação também trouxeram consequências à produção leiteira”, analisa a pesquisadora Adriana Kroef Tarouco, uma das autoras do Comunicado.

As regiões da Serra tiveram os maiores períodos em conforto térmico. Já o Vale do Uruguai e Baixo Vale do Uruguai registraram períodos mais elevados de estresse térmico aos animais durante a primavera.

Segundo a Seapi, os municípios de Itaqui e São Borja (Baixo Vale do Uruguai) e Porto Vera Cruz (Vale do Uruguai) são os locais onde se registrou maior situação de estresse térmico no mês de novembro.

 

Quer receber notícias no WhatsApp?
Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Compartilhe:
error: