Operação Abuse of Trust

Onze envolvidos em roubos de carga de cigarros são presos pela Polícia Civil

A iniciativa cumpriu 22 mandados de busca e apreensão e 12 medidas cautelares diversas da prisão expedidas pela Justiça.

Compartilhe:
Crédito: Polícia Civil / Divulgação

Onze pessoas foram presas, nesta quarta-feira (6), em uma ação da Polícia Civil que investiga uma quadrilha que praticava roubos de cargas de cigarros.

Batizada de Operação Abuse of Trust (abuso de confiança, em inglês), a iniciativa cumpriu 22 mandados de busca e apreensão e 12 medidas cautelares diversas da prisão expedidas pela Justiça. Ao todo, 120 policiais participaram das ações que ocorreram em Canoas, Esteio e Gravataí.

O crime que deu origem à investigação foi um roubo ocorrido em 14 de abril de 2022 de uma carga de cigarros avaliada em mais de 64 mil reais. A investigação do crime apontou uma associação criminosa, a qual possuía como integrantes empresário, motoristas das empresas de cigarros e responsáveis pelos roubos, além de bandidos envolvidos em homicídios.

Segundo a polícia, o motorista de uma empresa, líder no mercado de tabaco, repassava as informações aos seus comparsas. Assim ele facilitava toda a prática de crimes.

Conforme o Delegado Eibert Moreira Neto, diretor de Investigações do DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais), as quadrilhas que atuam no roubo de carga de cigarro reinserem o produto roubado em comércios varejistas, fazendo a mescla de produtos adquiridos licitamente. Dessa forma, os suspeitos conseguem alta rentabilidade com a venda dessa mercadoria, que é adquirida obviamente por valor abaixo do mercado.

Quer receber notícias no WhatsApp?
Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Compartilhe:
error: