MISSÃO RS CHINA

Governo do RS viaja para a China em agenda de negócios

Objetivo é a abertura de mercados e negócios, incluindo temas como agricultura, infraestrutura, logística e energia

Compartilhe:

Representantes do governo do Estado embarcam, neste sábado (25), para Pequim, na China, onde participam da Missão RS China a partir de segunda-feira (27). Estão previstas agendas voltadas para abertura de mercados e negócios, incluindo temas como agricultura, infraestrutura, logística e energia. As reuniões ocorrem em órgãos públicos oficiais e grupos empresariais interessados em investir no Estado.

O RS também estará presente com estande institucional na Cisce (China International Supply Chain Expo), feira com foco em agricultura, que ocorre entre 28 de novembro e 2 de dezembro. A comitiva busca novos negócios, investimentos e o reconhecimento do Rio Grande do Sul como zona livre de febre aftosa sem vacinação pela China, conforme já aprovado pela Organização Mundial da Saúde Animal.

Durante a programação, o vice-governador apresentará iniciativas do Estado no Fórum Global de Inovação e Desenvolvimento da Cadeia de Abastecimento. Entre elas, ações com foco na agricultura verde e o programa ABC+RS, dedicado à agricultura de baixa emissão de carbono, cujo objetivo central é promover a adaptação da agropecuária brasileira à mudança do clima e a mitigação das emissões de gases de efeito estufa.

leia também

Entre as agendas estão previstas conversas com Mara (Ministry of Agriculture and Rural Affairs) e CIQA (China Inspection and Quarentine Association).

A China é o maior parceiro comercial do Rio Grande do Sul, responsável pela importação de mais de US$ 4,7 bilhões – principalmente de carnes de frango, suínos, bovinos, soja, óleo de soja, tabaco, couros e peles.

A delegação é liderada pelo vice-governador Gabriel Souza, acompanhado pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Ernani Polo, e pelo secretário adjunto da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), Márcio Madalena. Também participam da comitiva lideranças da iniciativa privada, técnicos do governo e parlamentares.

Abertura de novos mercados

O governo do Estado busca ampliar as relações comerciais com os chineses, em especial em relação à habilitação de novas plantas frigoríficas para aumentar os embarques de carne gaúcha para o gigante asiático.

O reconhecimento do status do RS de zona livre de febre aftosa sem vacinação é outro pleito. Com essa conquista, o RS estará autorizado a vender carne com osso e miúdos também, o que representa um aumento expressivo na receita de exportações de proteína animal para a China. Já há tratativas do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) com o país nesse sentido.

COP 28

A Missão RS China vai até 30 de novembro. Na sequência, a delegação segue para Dubai, nos Emirados Árabes, onde participam da COP 28 (Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2023 ). Além disso, encontros com investidores árabes estão sendo alinhados pela Sedec (Secretaria de Desenvolvimento Econômico).

Quer receber notícias no WhatsApp?
Ao entrar você esta ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Compartilhe:
error: