Notícia

Vereadora de Montenegro tem mandato cassado após divulgação de vídeo

A vereadora se envolveu em polêmica, que resultou no processo de impeachment, após publicar um vídeo ofensivo gravado nas dependências do Legislativo.

Compartilhe:
Vereadora Camila Oliveira, de Montenegro, em vídeo. Foto: Reprodução/TikTok

A Câmara Municipal de Montenegro, no Vale do Caí, aprovou a cassação do mandato da vereadora Camila Oliveira (Republicanos) nesta segunda-feira (16), por 9 votos a zero.

Camila se envolveu em polêmica, que resultou no processo de impeachment, após publicar um vídeo ofensivo gravado nas dependências do Legislativo. Por conta do episódio, a vereadora também terá os direitos políticos cassados pelo período de oito anos.

Em um vídeo, Camila aparece, acompanhada de duas adolescentes em seu gabinete, dançando uma paródia da música “Baile de Favela”, segurando um quadro com imagem do ex-presidente Jair Bolsonaro e a bandeira do Brasil. A letra da música compara mulheres de esquerda a cadelas.

A denúncia que resultou na perda do mandato por quebra de decoro parlamentar foi feita pelo PDT (Partido Democrático Trabalhista).

É a primeira vez que um parlamentar de Montenegro sofre pedido de impeachment. Cristian Souza (Republicanos) foi empossado como vereador e substituirá Camila. Ele recebeu 506 votos nas urnas.


Compartilhe: