projeto Balneabilidade

Sobe para 3 número de pontos impróprios para banho no RS

Os dados são do projeto Balneabilidade, desenvolvido pela FEPAM. Confira a lista de locais impróprios para banho no Rio Grande do Sul

Compartilhe:

Subiu de dois para três o número de pontos impróprios para banho no Rio Grande do Sul. Os dados são do projeto Balneabilidade, desenvolvido pela FEPAM (Fundação Estadual de Proteção Ambiental).

Conforme o levantamento, que leva em consideração 90 pontos balneáveis em 43 municípios do RS, os três locais onde o banho não é recomendável são em água doce. Ou seja, todas as praias de mar do Estado, de sul a norte, estão próprias para banho.

Locais impróprios

Os locais impróprios, segundo o projeto Balneabilidade, são:

  • Santa Vitória do Palmar – Balneário do Porto – Lagoa Mirim
  • São Jerônimo – Praia do Encontro – Rio Jacuí
  • Tapes – Balneário Rebelo – Laguna dos Patos

Recomendações aos veranistas

  • Entre na água apenas em local com condição própria para o banho.
  • Evite tomar banho em época chuvosa e nas primeiras 24 horas após chuvas intensas ou em períodos de cheia dos rios.
  • Não tome banho em locais com concentração de algas.

O Balneabilidade é um projeto realizado pela Fundação desde 1979 e integra o programa RS Verão Total do Governo do Estado. Os dados das análises das águas serão divulgados sempre às sextas-feiras, no site e nas mídias sociais da Fepam, até o dia 24 de fevereiro de 2023.

Os avisos de local próprio ou impróprio estão em destaque em placas informativas fixadas nos pontos de coleta e análise da água. O aviso de impróprio significa que as pessoas devem evitar o banho naquele local. Já quando a placa estiver com o selo de próprio, o banho está liberado. Os veranistas também podem consultar os resultados das análises no web aplicativo do Sistema de Balneabilidade.


Compartilhe: