Balneabilidade

Rio Grande do Sul tem 2 pontos impróprios para banho

O levantamento da situação de balneabilidade é realizado em 90 pontos, em 43 municípios do Rio Grande do Sul. 

Compartilhe:
Balneário das Tunas, em Restinga Seca. Foto: prefeitura de Restinga Seca / Divulgação

Um novo relatório de balneabilidade das praias gaúchas foi divulgado nesta sexta-feira (27). O levantamento é realizado em 90 pontos, em 43 municípios do Rio Grande do Sul.

Conforme a FEPAM (Fundação Estadual de Proteção Ambiental), dois balneários estão impróprios para banho. Os dois são em águas internas. Nenhuma praia do Litoral gaúcho está imprópria para banho.

Locais impróprios para banho

  • Santa Vitória do Palmar – Balneário do Porto – Lagoa Mirim
  • Restinga Seca – Balneário das Tunas – Rio Vacacaí

Os dados das análises das águas serão divulgados sempre às sextas-feiras, até o dia 24 de fevereiro de 2023.

Os avisos de local próprio ou impróprio estão em destaque em placas informativas fixadas nos pontos de coleta e análise da água. Impróprio significa que as pessoas devem evitar o banho naquele local. Quando a placa estiver com o selo de próprio, o banho está liberado.

Recomendações aos veranistas

  • Entre na água apenas em local com condição própria para o banho.
  • Evite tomar banho em época chuvosa e nas primeiras 24 horas após chuvas intensas ou em períodos de cheia dos rios.
  • Não tome banho em locais com concentração de algas.

Compartilhe: