BALNEABILIDADE

Rio Grande do Sul tem 2 pontos impróprios para banho

O levantamento das condições de balneabilidade no Rio Grande do Sul é o primeiro do ano de 2023 e o quarto desta temporada de verão.

Compartilhe:
Praia do Encontro, em São Jerônimo. Foto: arquivo/ Prefeitura de São Jerônimo.

Novo relatório de balneabilidade divulgado pela Fepam (Fundação Estadual de Proteção Ambiental) aponta 2 pontos impróprios para banho no Rio Grande do Sul. O levantamento é o primeiro do ano de 2023 e o quarto da temporada de verão.

São monitorados 90 locais são monitorados em 43 municípios gaúchos, mas apenas 89 pontos estavam com os dados disponíveis. O resultado da coleta do rio Uruguai, em Itaqui, não consta no sistema da Fepam.

Os dois pontos considerados impróprios para banho são em águas internas. Um deles fica no município de São Jerônimo, na região Carbonífera, e é banho pelo rio Jacuí. O outro fica em Tapes, na Costa Doce, e é banhado pela Lagoa dos Patos.

Os avisos de local próprio ou impróprio estão em destaque em placas informativas fixadas nos pontos de coleta e análise da água. O aviso de impróprio significa que as pessoas devem evitar o banho naquele local. Já quando a placa estiver com o selo de próprio, o banho está liberado.

Confira os locais impróprios para banho no RS

  • Praia do Encontro – São Jerônimo
  • Balneário Rebelo – Tapes

Balneabilidade nas praias do Litoral Norte

Pela quarta semana consecutiva, todas as praias do Litoral Norte do Rio Grande do Sul estão próprias para o banho. São realizados levantamentos em todas as cidades da região. Mesmo em locais de maior concentração de veranistas, como em Capão da Canoa, a balneabilidade segue garantida.

Orientações para se refrescar de forma segura

  • Procure entrar na água apenas em locais que apresentem condição própria para o banho;
  • Tenha atenção especial com as crianças e idosos, pois são mais sensíveis e menos imunes;
  • Evite tomar banho em época chuvosa e nas primeiras 24 horas após chuvas intensas, já que a tendência é de carreamento de esgotos e resíduos para os cursos d’água, o que pode ocasionar picos de contaminação dos rios e oceanos;
  • Evite entrar na água nos períodos de cheia do rio, quando o leito está fora do seu curso normal, e em canais pluviais, saídas de sangradouros, córregos ou rios que afluem nas praias, pois podem estar contaminados por esgoto doméstico;
  • Não tome banho em locais com concentração de algas, já que podem conter toxinas altamente prejudiciais à saúde.


Compartilhe: