Operação Eleven

Alvorada: presos membros de quadrilha responsável por homicídios

Os criminosos são investigados por crimes de homicídio, tráfico de drogas, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo.

Compartilhe:
Foto: Polícia Civil / Divulgação

Parte de uma quadrilha foi desarticulada em uma operação da Polícia Civil deflagrada na manhã desta quinta-feira (5). Os criminosos são investigados por crimes de homicídio, tráfico de drogas, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo.

Chamada de “Operação Eleven”, são cumpridas 97 ordens judiciais por 225 policiais civis. Entre essas ordens, estão mandados de prisão temporária e mandados de busca e apreensão, realizados nas cidades de Alvorada, Viamão e Canela.

Até o último balanço divulgado pela Polícia Civil, 11 pessoas foram presas, e apreendidas 2 armas e um veículo.

Investigação

Os policiais começaram a investigar o grupo após uma uma prisão realizada pela equipe da Delegacia de Homicídios de Alvorada em abril de 2022. Um homem, identificado como responsável pela logística do tráfico, foi preso.

A análise policial dos indícios e provas identificou que ele quem fazia o fracionamento, o armazenamento e ordenava a distribuição de drogas no município da região metropolitana. As investigações também apontaram que o criminoso é membro de facção com origem no Bairro Bom Jesus, em Porto Alegre.

Conforme a Polícia Civil, a partir dessa prisão foi possível identificar outros criminosos pertencentes à associação criminosa. Entre os identificados estão as duas principais “lideranças” da facção na cidade e que controla 90% do tráfico de drogas.

Os policiais também conseguiram provas que relacionam os criminosos com homicídios ocorridos na cidade. As “lideranças” identificadas, estão recolhidas no sistema prisional. Mesmo presas, ordenam homicídios de adversários, de devedores, e até mesmo de aliados que por algum motivo descontentaram as lideranças.


Compartilhe: