Obras à vista

Obras na BR-116 entram em lista de prioridades do Ministério dos Transportes

Ao todo, serão R$ 1,7 bilhão para retomar e intensificar obras, garantir o escoamento da safra agrícola e diminuir o número de acidentes graves nas estradas federais.

Compartilhe:
Duplicação da BR-116, em Barra do Ribeiro. Foto: DNIT / Divulgação

O ministro dos Transportes, Renan Filho, anunciou as prioridades da pasta nos setores rodoviários e ferroviário para os 100 dias do novo governo divulgadas nesta quarta-feira (18). Ao todo, serão R$ 1,7 bilhão para retomar e intensificar obras, garantir o escoamento da safra agrícola e diminuir o número de acidentes graves nas estradas federais. Entre as rodovias que vão receber investimento do governo está a BR-116 no Rio Grande do Sul.

De acordo Renan Filho, haverá a retomada de mais 670 quilômetros de obras atualmente paradas por falta de verbas. Até o fim de 2022, havia mais de 100 empreendimentos em rodovias com ritmo lento ou até mesmo paradas.

A BR-116 entra no pacote de “revitalização, retomada e intensificação de obras de construção rodoviária”, com entregas prioritárias entre janeiro e abril de 2023. Além da rodovia no Rio Grande do Sul, estão previstas obras na BR-432, em Roraima; BR-364, no Acre; BR-116, no Ceará; BR-101, em Sergipe; BR-116, na Bahia; BR-080, em Goiás; BR-101, em Alagoas; BR-381, em Minas Gerais; BR-447, no Espírito Santo; BR-163, no Paraná; e BR-470, em Santa Catarina.

“Vamos investir nos grandes corredores de transporte, nas duplicações de rodovias e nas integrações ferroviárias para a ampliar competitividade da nossa economia. Estamos fazendo o reordenamento do ciclo de planejamento para os próximos quatro anos”, afirmou.

De acordo com o ministro, a ideia do governo é ampliar investimentos para fortalecer a competitividade internacional, preservando as condições ambientais do país. “Nossa meta é interromper a involução do setor dos últimos quatro anos. Estamos abertos a aprimorar nossos procedimentos para atrair mais investimentos privados, somando esforços com os recursos públicos”, concluiu.

Conforme Renan Filho, também será feita intensicação de obras em áreas já concedidas. No Rio Grande do Sul, está na mira a obra de duplicação da BR-386, entre os quilômetros 325 e 332, entre Lajeado e Marques de Souza. A obra é realizada pela CCR Via Sul.

O Ministério dos Transportes também recebeu sugestões de ações prioritárias por meio de uma consulta pública. Foram mais de 6 mil contribuições, a maioria no sentido de ampliar a competitividade da infraestrutura e da logística de transportes de cargas e pessoas; promover a segurança do trânsito; melhorar a qualidade da infraestrutura e serviços de transportes; e outros pontos relacionados à redução da burocracia, sustentabilidade, governança e acesso à informação.

Confira a apresentação do ministério.


Compartilhe: