CRIME

Mulher é presa por suspeita de matar bombeiro em Rio Pardo

A mulher é suspeita de matar o bombeiro João Arlem Lopes dos Santos, 55 anos. Ele era marido da suspeita.

Compartilhe:

Um bombeiro foi encontrado morto na localidade de Volta Grande, no interior de Rio Pardo, no Vale do Rio Pardo, na sexta-feira (6).

De acordo com a Polícia Civil, uma mulher de 59 anos foi presa em flagrante por homicídio qualificado consumado. Ela é suspeita de matar João Arlem Lopes dos Santos, 55 anos. Ele era marido da suspeita.

Ao pedir socorro, a mulher informou os bombeiros que Santos foi atingindo acidentalmente por um tiro na cabeça. A mulher relatou que a vítima estava ajudando a desmontar uma arma de fogo e que teriam ocorrido disparos acidentais.

Segundo a Polícia Civil, a versão, no entanto, foi desmentida. O fato é que foram realizados vários disparos, dois tiros atingiram a região torácica de Santos, um o ombro e um na cabeça.

A arma usada no crime era de Santos. Após a perícia, o delegado responsável pelo caso solicitou a prisão preventiva da mulher.

 

 


Compartilhe: