Transporte irregular

Van irregular é flagrada realizando transporte de estudantes em Porto Alegre

O veículo estava com selo de vistoria reprovado e rodava com pneus sem condições de trafegabilidade.

Compartilhe:

Agentes de trânsito da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) flagraram uma van irregular realizando transporte de estudantes em Porto Alegre. O veículo estava com selo de vistoria reprovado e rodava com pneus “carecas”, ou seja, sem condições de trafegabilidade.

O flagrante ocorreu na tarde desta quinta-feira (1º) durante uma fiscalização. O veículo transportava estudantes da Escola Estadual do Ensino Médio Itália, mesmo sem poder operar no transporte escolar.

Diante das irregularidades, o veículo foi recolhido e o condutor autuado por operar com selo de vistoria vencido. Ele também recebeu multa por manter o veículo em más condições de conservação e limpeza, conforme o CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

“O transporte escolar para crianças e jovens prevê uma série de regras de segurança. É muito importante que os responsáveis se informem e busquem as alternativas regulares, que estão em dia com todas as normas estabelecidas”, destaca o coordenador de Fiscalização de Transporte da EPTC, Adailton Maia.

Como funciona a vistoria

Veículos regulares são obrigados a passarem por vistoria. Em média, são duas revisões por ano nos veículos cadastrados, de acordo com o ano de fabricação do veículo. Além dos documentos, são verificados itens indispensáveis à segurança, como pneus, freios e sinalização. Os fiscais também verificam a configuração, higiene e conforto no interior do veículo.

Vans aprovadas ganham um selo azul de aprovação, onde o veículo fica apto a operar até a próxima vistoria. Veículos com selo amarelo podem operar somente até a data informada no selo. Já os que têm o selo vermelho são proibidos de operarem no transporte de estudantes até nova vistoria.


Compartilhe: