ESTIAGEM

RS tem 12 municípios com situação de emergência devido à estiagem

Destes, dez ainda aguardam homologação estadual e reconhecimento federal

Compartilhe:

Chegou a 12 o número de municípios gaúchos com situação de emergência decretada em função da estiagem. Destes, dez ainda aguardam homologação estadual e reconhecimento federal.

Até o momento, somente Tupanciretã, na Região Central, conta com homologação do Estado e com o reconhecimento federal. A cidade foi a primeira a emitir decreto, em 1º de dezembro.

Júlio de Castilhos, também na Região Central, tem apenas a homologação. Ambas as cidades citadas aguardam ajuda do governo gaúcho.

Municípios que aguardam homologação e reconhecimento

  • Agudo
  • Cerro Grande
  • Herval
  • Manoel Viana
  • Palmitinho
  • Pinhal
  • Redentora
  • Santa Maria
  • São Gabriel
  • São Pedro das Missões

Situação

Conforme relatório da SEMA-RS (Secretaria do Meio-Ambiente e Infraestrutura do Rio Grande do Sul), a última semana foi de baixos volumes de chuva no Estado. Devido a escassez de precipitações, foi indicada condição hidrológica de “Alerta” nas seguintes bacias:

  • Sinos
  • Caí
  • Gravataí
  • Baixo-Jacuí
  • Pardo
  • Ibicuí
  • Uruguai
  • Santa Maria
  • Camaquã

Já as bacias Ijuí, Butií-Icamaquã, Ibicuí, Quaraí e Mirim São Gonçalo estão em “Atenção”. As demais bacias estão em “Normalidade”.

Prognóstico

Ainda conforme a SEMA, nesta semana as chuvas serão irregulares sobre o Rio Grande do Sul e com volumes pouco expressivos na maioria das áreas. Para esta segunda-feira (26), havia previsão para a presença de uma área de baixa pressão atmosférica que favoreceria a formação de áreas de instabilidade na metade Norte do estado, provocando pancadas de chuva isoladas.

Já entre a terça e a quarta-feira (27 e 28) as instabilidades se intensificam e chove na maioria das regiões. Porém, os acumulados mais significativos ficarão restritos à faixa Norte do estado, próximo à divisa com Santa Catarina.

As temperaturas ficam amenas no início da semana, mas se elevam a partir da quarta-feira (27) e o calor volta a predominar, especialmente na região Oeste. Com a pouca chuva e temperaturas em elevação, há chance de agravamento da situação da estiagem


Compartilhe: